Equilíbrio sustentável: conheça o triângulo da sustentabilidade

2.900 Visualizações
Sustentabilidade nas empresas
Foto: potrich

A preocupação com o meio ambiente por parte das empresas nunca esteve tão em voga no mundo inteiro. Com a imagem em xeque, nenhuma companhia quer estar associada à poluição e degradação ambiental, e as pressões populares por consumir produtos que não agridam a natureza contribuíram para que as organizações levantassem a bandeira do consumo sustentável.

Por conta disso, o triângulo da sustentabilidade foi implantado para que as empresas seguissem o conceito de forma efetiva. Assim, o triângulo da sustentabilidade contempla a união dos aspectos econômicos, ambientais e sociais, mas para que eles funcionem deve-se haver um equilíbrio entre esses pilares para que as companhias alcancem o desenvolvimento sustentável.

A sustentabilidade empresarial ocorre no longo prazo, afinal, não é fácil mudar a cultura que permeia há muitos anos na empresa de uma hora para outra. Utilizar papel reciclado, substituir copos descartáveis por canecas ou outros materiais resistentes são passos importantes, mas não é somente isso que se deve levar em conta ao desejar ser uma empresa verde. As companhias devem entender que a sustentabilidade não é apenas um conceito, mas sim uma série de iniciativas.

Não basta que a empresa vise somente a parte financeira. Os ganhos ambientais e sociais também devem fazer parte do lucro. Para que isso ocorra, o planejamento estratégico deve contemplar o triângulo da sustentabilidade, para que metas sustentáveis e atingíveis sejam incluídas e cumpridas no plano de negócio da companhia. As organizações podem usufruir dos recursos naturais existes, mas devem se preocupar em extraí-los de forma consciente e com o mínimo de agressão ao meio ambiente.

Fábrica Verde
Foto: Matte Leão

Além disso, para que haja o equilíbrio entre os pilares econômicos, ambientais e sociais, o meio corporativo precisa produzir de maneira mais limpa, sem prejudicar rios e o ar, ser transparente e ético durante todo o processo de produção, pregar o consumo responsável, ter responsabilidade pelo produto que produz, envolver a comunidade na cadeia de fabricação, reduzir a emissão de carbono e evitar o desperdício.