Detroit terá mais 40 acres para construir fazenda urbana

601 views
Reprodução / inhabitat.com Desenho da futura fazenda urbana em Detroit.

Uma das maiores cidades norte-americanas e berço das principais montadoras de veículos dos EUA, Detroit possui as vantagens e desvantagens de qualquer grande cidade. Mesmo com a oferta de serviços 24h e várias opções de lazer, a população cresce ano a ano, a poluição ainda é um problema grave e falta espaço na cidade para projetos sustentáveis. Melhor dizendo, faltava… Agora, a cidade símbolo dos automóveis e da indústria irá ganhar uma fazenda urbana em uma área superior a 40 acres, tudo isso sem sair do município.

O anúncio foi feito pelo prefeito Mike Duggan, que também divulgou um acréscimo de 15 milhões de dólares no projeto para compra de outros terrenos vizinhos, lembrando que os 40 acres iniciais só foram viabilizados após transferência de propriedade onde haviam casas abandonadas. “Vemos este projeto como um meio de transformar 22 blocos de propriedade arruinada em uma empresa agrícola urbana”, complementou Duggan.

Frutas frescas e legumes para a cidade

Objetivo é que a fazenda urbana de Detroit produza frutas e legumes para consumo da população e também para venda em bares e restaurantes da própria cidade, movimentando, assim, o mercado local. O projeto ainda terá sistema hidropônico e estufas. A operação vai pagar US$ 105 por acre por ano em pagamentos de locação para a cidade e, eventualmente, comprar o terreno por cerca de US$ 3.500 por acre.

A administração ficará sob responsabilidade da RecoveryPark, uma empresa que já possui outras fazendas de vegetais em seu portfólio. “Estamos emocionados e muito satisfeitos com o acordo feito com a cidade para mover programas agrícolas de Detroit para o próximo nível. Ter acesso à terra e o apoio do prefeito são fatores importantes para se avançar com o projeto, mas um monte de perguntas permanecem. Uma delas é sobre como a organização vai levantar o resto do dinheiro necessário para o projeto”, disse o fundador e CEO da RecoveryPark, Gary Wozniak, em entrevista ao Detroit Free Press.

Reprodução / The Michigan Urban Farming Initiative A cidade já abriga mais de 1.000 hortas comunitárias, onde os alimentos são cultivados por voluntários e normalmente distribuídos para vizinhos e bancos alimentares locais.

Exemplo de sustentabilidade e valor social

A fazenda urbana em Detroit é um ótimo exemplo de sustentabilidade e de melhor aproveitamento dos espaços urbanos, porém não é um acontecimento tão inédito assim para a população local. A cidade já abriga mais de 1.000 hortas comunitárias onde frutas, legumes e alimentos em geral são cultivados por voluntários locais e distribuídos sem qualquer custo para a população. Além disso, o projeto também terá outro papel fundamental no dia a dia do município, isso porque parte dos lucros gerados pelo local será destinada para a SHAR, uma agência especializada na recuperação de dependentes de drogas e que reintroduz essas pessoas à sociedade e ao mercado de trabalho.