Curitiba: a cidade mais sustentável da América Latina

145 views

Curitiba é a cidade mais sustentável da América Latina – de acordo com o ranking Cidades Sustentáveis, publicado pela revista canadense Corporate Knights, que avalia a sustentabilidade ambiental de 50 cidades do mundo.

Além de Curitiba, São Paulo, Buenos Aires, Cidade do México, Ottawa, Seattle, São Francisco, Berlim, Oslo, Estocolmo, Londres, Paris, Madri, Pequim, Xangai, Tóquio, Singapura e Sydney e outras 32 cidades participaram desse ranking.

O título de cidade mais sustentável da América Latina em 2022 está refletido no atual Índice de Desenvolvimento Sustentável das Cidades – Brasil (IDSC-BR), que aponta que Curitiba é a capital que apresenta a melhor performance no que se refere aos cumprimento dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), estabelecidos pela Organização das Nações Unidas em 2015.

O IDSC-SP
Com o objetivo de promover uma transformação sustentável efetiva nas cidades brasileiras, orientar a ação política municipal e definir referências e metas com base em indicadores de gestão, o IDSC-SP é uma ferramenta de estímulo e monitoramento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável em diversas cidades brasileiras que, com base em mais de 80 indicadores, atribui pontuações específicas para cada município. Desenvolvida em parceria com a Sustainable Development Solutions Network (SDSN)*, o IDSC-BR é, na verdade, uma grande  oportunidade para as cidades se integrarem em uma agenda global mais avançada em relação ao desenvolvimento sustentável.

Curitiba verde
A capital paranaense tem se destacado no cenário nacional e internacional pela referência em planejamento para a sustentabilidade, o que resultou no recebimento de diversos prêmios nacionais e internacionais. Curitiba segue demonstrando a sua preocupação com o meio ambiente, e está fortalecendo o seu título de “Capital Ecológica”, com atuações em todas as esferas do Plano Urbano Sustentável, destacados na gestão da cidade desde a década de 90. 

Neste ano, a Prefeitura de Curitiba realizou o lançamento de uma plataforma exclusiva para apresentar detalhes dos indicadores e seus planejamentos na execução dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável. O site mostra o mapeamento dos programas da Prefeitura, o plano estratégico alinhado a cada um dos 17 ODS e as metas a serem atingidas até 2030. 

Outro fator que faz de Curitiba uma capital de destaque no âmbito da sustentabilidade, foi o reconhecimento como a cidade mais verde do país e da América Latina no relatório Green City Index (Índice Verde de Cidades), realizado pela Siemens com a Economist Intelligence Unit em 2015. Curitiba está entre as cidades que menos emitem carbono, à frente de Sydney, na Austrália, e San Francisco, nos Estados Unidos.

Hoje, seu ativo ambiental é formado por mais de 13 milhões e 406 mil m² de áreas verdes, representados por mais de mil unidades de conservação, como o Jardim Botânico, Zoológico, Museu de História Natural Capão da Imbuia, quase 30 parques, mais de 20 bosques, centenas de praças, jardins urbanos, lagos, áreas de proteção ambiental, estações ecológicas e 34 reservas particulares do Patrimônio Natural Municipal.

É claro que índices como esses nos orgulham! Mas o nosso sincero desejo é que cada vez mais e mais cidades, não só no Brasil, mas no mundo todo, adotem políticas e medidas que ajudem a reduzir o impacto das nossas atividades no meio ambiente! E cada um de nós pode fazer um pouco por este planeta pelo conhecimento. Tem interesse em saber mais sobre meio ambiente e sustentabilidade? Conheça também o podcast do Pensamento Verde e ouça bate-papos com profissionais especialistas no tema.

* Sustainable Development Solutions Network (SDSN) é uma da ONU para estimular e monitorar o cumprimento dos ODS nos países que dela fazem parte.

Fontes: Comunicare | Uol | Programa Cidades Sustentavéis