Vantagens e desvantagens da energia eólica

2.967 views

O último ano trouxe ótimas notícias em relação ao uso de energias renováveis, como a eólica. Grandes empresas apostam nesse tipo de energia, e por isso investem cada vez mais em funcionários especializados e tecnologias sustentáveis.

Parque Eólico Cerro Chato (RS)
Parque Eólico Cerro Chato (RS) – Foto: pacgov

A capacidade de gerar energia através do vento subiu aproximadamente 73% em 2012 se comparado com o ano anterior. Além desse aumento, também se destaca a criação de 40 parques eólicos em nosso país, alcançando assim o total de 108 parques produzindo energia através dos ventos. Além disso, existe um plano de expansão até o final de 2016 para se produzir 255 GW através da fonte eólica.

Mas você sabe a vantagem e a desvantagem da energia gerada pelos ventos?

A utilização da energia eólica possui várias vantagens se comparada com o modo de produção de energia tradicional. A principal e a mais notável é que se trata de uma fonte inesgotável, já que depende apenas de recurso natural, o vento. Outra grande vantagem é não emitir gases poluentes e não gerar resíduos, evitando assim ser prejudicial em questão de aquecimento global e por isso ter um baixíssimo impacto ambiental. Outro benefício é a redução no custo de produção, o que torna ela uma das fontes de energia mais baratas atualmente.

Energia Eólica
Foto: deltafrut

Entretanto, o aproveitamento energético eólico também apresenta as suas desvantagens e impactos. Apesar de ser uma fonte inesgotável, ela depende da força dos ventos, que às vezes não é suficiente para gerar eletricidade. Em nosso país os ventos costumam ser aproveitáveis somente durante parte do ano.

Outro grande malefício é o impacto visual que ela causa, principalmente para os moradores ao redor dos parques. A instalação de parques eólicos gera uma grande modificação da paisagem local.

Outro impacto facilmente notado é o sonoro. O som do vento batendo nas pás produz um ruído que pode alcançar até 43 dB (decibéis). Por esse motivo as residências devem ficar no mínimo a 200 metros de distância.

Por todas essas situações acima a geração eólica é considerada menos confiável que as fontes tradicionais, podendo assim ser usada como alternativa e não substitua das outras formas.