Por que é importante reduzir o consumo de energia no “horário de pico”?

1.263 Visualizações

Você já deve ter lido aqui no Pensamento Verde e em outros lugares que uma das atitudes sustentáveis que podemos fazer no nosso dia a dia é evitar os banhos no horário de pico. Mas você parou para pensar o porquê dessa atitude?

Chuveiro
Foto: Divulgação

Ficou estabelecido que o horário de pico do consumo de energia é entre as 18h e 21h. Nesse período, o consumo elétrico dispara se comparado ao consumo durante o dia e a madrugada. Isso porque estão funcionando ao mesmo tempo, além das fábricas, a iluminação pública, a iluminação residencial, vários eletrodomésticos e a maioria dos chuveiros.

No horário de pico, as empresas operam em capacidade máxima, podendo correr riscos de acidentes por sobrecarga. Ainda consome-se energia que é para ser utilizada em épocas de baixo nível de água nos reservatórios de hidrelétricas.

Para atender a enorme demanda do horário de pico, as companhias de produção de energia acabam aumentando o valor do quilowatt-hora (KWh) nesse horário. Por vez, a distribuidora tem que conseguir uma nova fonte de energia para suprir a demanda (outras hidrelétricas ou usinas termoelétricas). Ou seja, a distribuidora local de eletricidade acaba pagando a mais pela energia utilizada nesse horário.

Porém, o consumidor ainda não sofre essa variação, apenas as indústrias. A partir de 2014, começará um processo, aprovado pela Agência Nacional de Energia Elétrica, de troca dos relógios marcadores de energia elétrica nas residências, fazendo com que o preço da energia varie de acordo com o horário e consiga ser contabilizado na conta dos consumidores, assim como funciona a precificação telefônica.

Relógio de Energia
Foto: correiodoestado

Nas residências, que são responsáveis por um quarto de toda a energia gasta no país, os chuveiros são os grandes vilões, pois consomem o equivalente a 35% da conta do mês.

Como consumidor e cidadão, para que a energia elétrica não falte, evite ligar muitos aparelhos e lâmpadas nesse horário. Utilize-os por menos tempo e um de cada vez e, se possível, escolha outra hora para seu banho. Esse pequeno esforço, por parte de cada cidadão, trará benefícios ao meio ambiente e garantirá o conforto de todos.