O descarte correto de pilhas e baterias

12.360 views
Pilha
Foto: akatu

O conceito de descarte correto vale para praticamente todos os tipos de resíduos que produzimos. Devemos estar atentos quanto ao seu descarte para diminuir a agressão ao meio ambiente tendo em vista dezenas e centenas de anos que são necessários para a decomposição de alguns materiais. Dentre os resíduos mais perigosos à saúde dos seres vivos, estão as pilhas e baterias descartadas incorretamente.

As pilhas demoram cerca de 450 anos para se decompor, além de liberarem substâncias perigosas, que produzem reações químicas causadoras de contaminação da solo, de plantas, animais e seres humanos. As pilhas e baterias possuem metais pesados em suas composições, como o chumbo, mercúrio, cádmio, e ainda, cobre, níquel, zinco, cromo e manganês, embora possam ter vida útil bem diferentes uma das outras.

Esse é um assunto tão sério que existem leis no mundo inteiro para o seu descarte. No Brasil, os estabelecimentos que vendem esses produtos devem também ser postos de coleta desses materiais usados, destinando os resíduos para centros de reciclagem ou devolvendo-os para seus fabricantes.

Você como consumidor e cidadão também pode escolher enviar diretamente para o fabricante ou se dirigir aos centros de reciclagem ou outros centros de coletas de materiais para fazer o correto descarte.  É importante não guardar esses materiais por muito tempo, pois eles sofrem reações químicas mesmo quando armazenados em gavetas limpas e secas.

Pilha
Foto: super.abril