Aprenda como replantar plantas que cresceram demais

648 Visualizações
Replantar plantas
Foto: Fabiano Cerchiari/UOL

Você cuidou da sua planta com todo o carinho, regou de maneira correta, observou todos os detalhes de iluminação e temperatura e como resultado ela cresceu, bela e saudável. O fato é que este ciclo de crescimento às vezes é tão potente que não pode ser contido no vaso inicialmente escolhido. Então começam a surgir raízes na superfície ou nos furinhos de drenagem de água. Esses são sinais claros de que chegou a hora da planta ser mudada para um vaso maior.

Embora algumas pessoas temam realizar esta operação, ela é bastante simples. E, além de garantir a continuidade do processo de crescimento natural da planta, trata-se de uma oportunidade para repensar o tipo de vaso e a função que ele terá na decoração.

Segue abaixo um passo a passo simples de como replantar, em um vaso maior, as plantas que já atingiram o seu limite no recipiente onde foram cultivadas:

1 – Regar a planta na noite anterior à mudança pode auxiliar no processo, por deixar a terra mais úmida e coesa. Por isso, é interessante planejar o replantio para realizar a rega.

2 – Caso o vaso escolhido seja de barro, a dica é deixá-lo mergulhado na água por algumas horas. Devidamente umedecido, o recipiente não absorverá a umidade que virá juntamente com a planta.

3 – Para dar início ao processo efetivo de plantio, comece a preparar a nova casa de sua planta. Forre o fundo do novo vaso com argila especial (vendida em lojas de jardinagem) ou cascalho. Depois, acrescente uma mistura formada de ¼ de terra vegetal, ¼ de terra normal e ½ de composto orgânico (húmus). O material para este preparo também pode ser encontrado em lojas especializadas.

4 – Passe uma faca rente ao vaso, do lado de dentro. A ideia aqui é descolar a terra e a planta juntas, em um único bloco. Dessa forma, as chances da planta não sentir o impacto da mudança e sobreviver são maiores.

Replantar plantas
Foto: lojaskd

5 – Para completar a operação de retirada da planta de seu vaso original, vire o vaso e dê algumas pequenas batidinhas, para favorecer o descolamento da massa de terra onde a planta está crescendo. Jamais retire a planta puxando-a pelas folhas ou ramos.

6 – Após este processo de retirada, coloque a planta e a terra no centro do vaso (lembrando que este vaso já fora preparado anteriormente). Complete com terra, cobrindo todas as raízes.

7 – Após acomodar devidamente a planta, verificando que as raízes estão devidamente enterradas, basta fazer uma nova e cuidadosa rega. E sua planta está pronta, agora em recipiente adequado, para mais uma etapa de crescimento.