São Paulo inicia fase testes de ônibus elétrico movido a bateria

614 views
E-bus
Foto: Rafael Miotto/G1

Apresentado em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, no dia 19 de novembro deste ano, o transporte coletivo totalmente movido por baterias chamado de E-bus passará a circular neste mês, em período de testes, pelo Corredor Diadema até São Paulo. O sistema é administrado pela EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo) e percorrerá um trecho de 11 quilômetros de extensão.

Desenvolvido através de uma parceria entre a Mitsubishi Heavy Industries, fabricante de automóveis japonesa, e a concessionária Metra (Sistema Metropolitano de Transportes), o veículo não emite Gases de Efeito Estufa (GEE), descarta a instalação de rede elétrica suspensa ao longo de seu trajeto e permite o transporte de aproximadamente 124 passageiros. Além, disso o coletivo articulado gera baixo nível de ruído, evitando a disseminação de poluição sonora.

Com 18 metros de comprimento e Peso Total Bruto de 30 toneladas, o veículo contará com baterias de lítio recarregáveis com capacidade de armazenamento de energia superior aos dispositivos de tração encontrados no mercado atual. Para que o carro tenha autonomia para executar o percurso planejado, serão feitas recargas rápidas, com duração de 4 minutos, no Terminal Diadema e outras lentas, demorando entre duas e três, na garagem da Metra.

E-bus
Foto: Rafael Miotto/G1

Devido à falta de automóveis ecologicamente corretos transitando pelo trecho, a Extensão Diadema-Morumbi (São Paulo) foi escolhida para sediar os do E-bus, que deve começar a operar efetivamente entre janeiro e junho de 2014. Sendo assim, o ônibus elétrico movido a bateria seria uma solução de baixo impacto ambiental para a cidade que registrou o recorde de 309 km de congestionamento no dia 14 de novembro, segundo a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), situação que propicia grandes dispersões de gases tóxicos.