Quem polui mais, o homem ou a mulher?

130 views

Os hábitos de consumo são diferentes entre os gêneros e, por isso, representam diferentes emissões dos gases com efeito de estufa.

Quando se trata de mudança climática, os consumidores do sexo masculino podem receber um pouco mais de culpa do que as mulheres. É o que mostra um novo estudo realizado na Suécia e que aponta que a afeição dos homens por carne e carros os torna maiores contribuintes para os gases do efeito estufa do que as mulheres.

O estudo, publicado este mês no Journal for Industrial Ecology, analisou mulheres e homens solteiros e considerou o consumo e despesas com bens como alimentos, utensílios domésticos, móveis, férias e combustível para carros.

Baseado nos mais recentes números oficiais de gastos do consumidor, a publicação aponta que os suecos, em média, eram responsáveis ​​por 16% mais gases do efeito estufa do que as suecas, apesar do fato de que eles gastam apenas 2% a mais em bens do que elas.

Por que eles?

Segundo o relatório, as mulheres tendem a gastar mais em “produtos de baixa emissão”, como saúde, decoração e roupas, enquanto os homens gastam 70% de seu dinheiro no chamado “itens intensivos em gases do efeito estufa”, incluindo combustível para carros, álcool e tabaco.

Também houve diferenças entre homens e mulheres dentro das categorias, como gastos com alimentos e bebidas. Os homens compram carne em uma taxa mais alta do que as mulheres, embora as mulheres compram laticínios, que também agridem o meio ambiente, com mais rapidez do que os homens.

O estudo descobriu que os homens também gastam mais do que as mulheres quando se trata de viagens, tanto em passagens aéreas e “pacotes turísticos” quanto nas férias de carro.

Usando os dados em favor do meio ambiente

Para Annika Carlsson-Kanyama, a principal pesquisadora do estudo, os homens podem aprender com os hábitos de consumo das mulheres, porque elas produzem bem menos emissões de carbono, apesar da quantidade semelhante de gastos. Para ela, governos precisam levar em consideração essas diferenças de gênero em suas tomadas de decisão ao definir a política ambiental, até porque ambos os gêneros sofrem os impactos das alterações climáticas de formas diferentes – e a desvantagem neste caso fica para as mulheres, que são mais vulneráveis.

O estudo não avaliou os hábitos de consumo de outros países. Aqui do outro lado do Atlântico, será que os brasileiros também contribuem mais para os gases com efeito de estufa do que as mulheres? Façam suas apostas e escreva nos comentários quem você! você acha que leva o prêmio de “maior poluidor”!

Fontes: NPR | CNN | Veja