Pediatra lança linha de moda infantil sustentável

563 Visualizações
Reprodução / Facebook Gruta da Cuca A produção de uma camiseta recicla, em média, duas a três garrafas PET.

Inédita no Brasil, grife de moda infantil confecciona roupas e acessórios de forma sustentável. A empresa, chamada Gruta da Cuca Moda Ecológica, busca criar peças modernas e confortáveis, visando o desenvolvimento sustentável e o incentivo à educação socioambiental.

Original de Botucatu, cidade do interior de São Paulo, o negócio foi planejado e desenvolvido em dezembro de 2013, pela médica pediatra e empresária Ana Paula Aguiar Ferraudo, que teve a ideia de montar uma confecção que resgatasse a liberdade da criança brincar. Ao perceber que as roupas ambientalmente corretas estavam disponíveis apenas para o mercado adulto, ela resolveu investir no segmento direcionado às crianças.

Materiais utilizados

A grife produz roupas infanto-juvenis com três tipos de tecidos ecológicos: malha de PET (Politereftalato de etileno) reciclado, tecido de aproveitamento de aparas e retalhos – processo conhecido como upcycling – e algodão orgânico.

A malha de PET é fabricada com fibras de poliéster provenientes de garrafas coletadas por cooperativas de catadores. Utilizando retalhos de tecidos vindos de confecções e tecelagens, o tecido de aproveitamento dispensa o uso de produtos químicos e água e não elimina carbono no ambiente. Ele também pode ser associado ao PET reciclado. Já o algodão orgânico é cultivado sem fertilizantes químicos, pesticidas ou reguladores de crescimento, preservando os recursos naturais.

Os acessórios criados e vendidos pela Gruta da Cuca priorizam o trabalho manual, como o crochê, e reforçam a responsabilidade social da marca.

A preocupação ambiental está presente também nas embalagens e TAGs. A grife utiliza embalagens reaproveitáveis e o TAG é produzido com papel semente, que deve ser molhado e plantado para germinar.

Iniciativas ecológicas

Segunda Ana Paula, a marca também pratica outras atitudes sustentáveis, como utilizar o serviço de uma lavanderia industrial com importante trabalho social em Piracicaba, manter parceria com cooperativas de reciclagem, que geram renda para famílias carentes, e terceirizar outros serviços com instituições ligadas ao Fundo Social de Solidariedade de Botucatu.

“Nosso objetivo é resgatar a inocência e a liberdade do mundo infantil, incentivar a educação socioambiental e contribuir de forma direta para que nossas crianças tenham um futuro digno”, explica a empresária.

As peças podem ser compradas pela loja virtual da grife e as encomendas são entregues em todo o Brasil. Ana Paula afirma ainda que o intuito da empresa é de que as roupas feitas com material sustentável sejam acessíveis a todos os públicos.