Você sabe como funciona um ar condicionado ecológico?

1.423 views
Camada de Ozônio
Foto: naturezaepaz

O Protocolo Montreal sobre as Substâncias que Destroem a Camada de Ozônio (SDOs) foi acordado em 1987, dois anos após a assinatura da Convenção de Viena para a Proteção da Camada de Ozônio. Sendo assim, desde então, as empresas buscam desenvolver produtos de baixo impacto ambiental, visando evitar mais danos a esta camada situada na estratosfera, que defende a Terra dos raios ultravioletas emitidos pelo Sol.

Ciente das medidas estipuladas pelo acerto ligado a Organização das Nações Unidas (ONU), a companhia Resende Ar Condicionado, responsável pelo comércio de aparelhos de ar refrigerado, tem disponibilizado ao consumidor diversas opções de equipamentos que emitem gás ecológico. “Assim como o modelo Hitachi 36000 Btus, da linha Utopia, outros produtos também reduzem e consumo de eletricidade e não causam prejuízos ao meio ambiente”, ressalta Paulo Regis, gerente de E-commerce da Resende.

De maneira geral, para obter a condição de item benéfico à natureza, os dispositivos precisam funcionar com sistema Inverter, capaz de reduzir a demanda de energia em até 40% e atingir a temperatura desejada mais rapidamente e com menos oscilação. Eficiente, a estrutura apresenta tamanho diminuto, em relação aos exemplares convencionais, e trabalha com aumento gradativo na rotação, o que evita picos de energia.

Além disso, a tecnologia Inverter, que se adéqua às necessidades de cada ambiente (ação que minimiza o desperdício de eletricidade), faz uso do gás R410a, ou seja, o considerado “gás ecológico”. Desenvolvido para substituir o prejudicial R-22 (utilizado nos aparelhos tradicionais), o R410a não agride o meio ambiente, possui baixa toxicidade e não é inflamável. Desta forma, o gás R410a se destaca como um elemento mais seguro para o manuseio exercido pelo homem e ao descarte frente à camada de ozônio.

Ar condicionado ecológico
Foto: resendearcondicionado