Exposições educativas e plantio de mudas ajudam a salvar as florestas

442 views
Muda de árvore
Mudas de árvores para reflorestamento.
Foto: sosma

As mudanças climáticas e o desmatamento são as principais causas das alterações que ocorrem na Mata Atlântica, maior bioma brasileiro. Por conta desses fenômenos e da atividade agrícola, cerca de 1,3 milhão de quilômetros quadrados de mata encontra-se alterado. Para preservar essa região, uma ONG de ambientalistas brasileiros desenvolve diversos projetos de conscientização por todo o país, mostrando como a sociedade pode auxiliar nesse processo.

Os trabalhos são realizados pela Fundação SOS Mata Atlântica, instituição voltada à preservação e reflorestamento de florestas nacionais desde 1986. O projeto mais recente chamado “A Mata Atlântica é Aqui – Exposição Itinerante do Cidadão Atuante” está presente em várias regiões do Brasil através de um caminhão equipado de atividades pedagógicas sobre a preservação das árvores, plantas e animais. De acordo com Patrícia Ferreti, coordenadora do projeto, “o objetivo é sensibilizar o público sobre a importância de se envolver na luta pela conservação do bioma Mata Atlântica por meio de atitudes práticas em seu dia a dia”.

Com a supervisão de biólogos e educadores, as oficinas são realizadas dentro de um caminhão adaptado como sala de aula e recebem crianças e adolescentes estudantes das escolas públicas, os quais usufruem de várias atividades educativas. Durante duas semanas, os estudantes participam de jogos de memorização de bichos nativos da Mata Atlântica, fazem máscaras de animais, oficinas de desenho e produção de maquetes de áreas reflorestadas. Depois desse período o caminhão segue para as próximas cidades. A exposição passou por quase 140 municípios brasileiros desde 2012 e vai se instalar na cidade de Osório, no Rio Grande do Sul, no próximo dia 22 de novembro.

“O objetivo é sensibilizar o público sobre a importância de se envolver na luta pela conservação do bioma Mata Atlântica por meio de atitudes práticas em seu dia a dia”, Patrícia Ferreti, coordenadora do projeto “A Mata Atlântica é Aqui”.

Outra estratégia de conscientização realizada pela Fundação é o Projeto Urbano, trabalho elaborado por voluntários da ONG que atuou em várias áreas urbanas de São Paulo com a distribuição e plantio de mudas nativas da Mata Atlântica, como o ipê, jacarandá, entre outras. Essas atividades já foram realizadas em bairros como Vila Gustavo, Parque Linear do Rio Verde, Itaquera e Vila Prudente. Para Denise Bemelmans, diretora do núcleo de voluntariado da SOS Mata Atlântica, “todos os voluntários acreditam que a educação ambiental é o caminho para mudança de atitudes”.

Confira na galeria algumas fotos do Projeto “A Mata Atlântica é Aqui – Exposição Itinerante do Cidadão Atuante”:

Fotos: sosma