ONU faz documentário para alertar sobre a quantidade de plásticos no oceano

1.062 views
© Depositphotos.com / Tinieder Estima-se que 90% das aves marinhas tenham ingerido plástico alguma vez na vida.

Anualmente em todo o mundo são produzidos cerca de 300 milhões de plásticos, incluindo garrafas e sacolas. Entretanto, apenas uma fração desse material é reciclado ou destinado corretamente, o que faz com que aproximadamente 8 milhões de plásticos sejam encontrados por ano nos oceanos.

No início de junho, a ONU realizou a Conferência sobre os Oceanos, em Nova York, com o intuito de apoiar a execução do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 14, projeto que visa conservar, preservar e utilizar de forma sustentável os oceanos, os mares e os recursos marinhos.

Um minidocumentário também foi apresentado pela ONU, que mostra os riscos do plástico para o meio ambiente e o planeta. De acordo com esse documentário, até 2050 é esperado que a produção de plástico triplique, fazendo com que os oceanos tenham mais plásticos do que peixes. Além disso, estima-se que cerca de 90% das aves marinhas tenham ingerido plástico alguma vez em sua vida, prejudicando, assim, a evolução da vida marinha.

Hoje apenas alguns países, como Huanda, Itália, Cidade do México, Índia, China, Bangladesh, Irlanda, Austrália, Alemanha, África do Sul, Haiti e Brasil, baniram ou taxaram o uso de sacolas plástica, a fim de estimular o desenvolvimento sustentável e amenizar os efeitos das mudanças climáticas. No Haiti eles implementaram o Banco de Plástico, iniciativa que troca o plástico trazido pela população por dinheiro ou por carregador de celular.

Se a população de todo o mundo se juntar e começar a reutilizar, reciclar ou reduzir o uso dos plásticos, podem com certeza acabar ou pelo menos minimizar e muito os danos causados pelos plásticos nos oceanos e evitar a extinção de diversos animais marinhos.