Evento “Comunicação para a Sustentabilidade” é realizado em São Paulo

239 Visualizações
Palestrantes do Evento “Comunicação para a Sustentabilidade”
Perci Caropreso, Branca Heloísa Britto de Souza, Marilena Lavorato, Veridyana Cesar e Maria José Rosolino. Foto: Divulgação

Nesta quinta-feira, dia 27 de fevereiro, aconteceu o Encontro Técnico Comunicação para a Sustentabilidade, promovido pelo Instituto Mais, no auditório da Universidade Anhembi Morumbi, campus Paulista 1. Compareceram ao evento, os palestrantes Perci Caropreso, publicitário, e Maria José Rosolino, jornalista, além disso, Branca Heloísa Britto de Souza, gerente de Projetos do Instituto Embratel, e Veridyana Cesar, analista de sustentabilidade da Danone, apresentaram os cases premiados pelo Programa Benchmarking Brasil 2013.

Após a abertura da cerimônia realizada por Marilena Lavorato, ambientalista fundadora e presidente do Comitê de Sustentabilidade do Instituto Mais, informando sobre os programas, eventos e as publicações promovidas pela organização, Perci Caropreso iniciou as atividades. Criador da assessoria de Comunicação em Responsabilidade Social e Sustentabilidade batizada como Setor 2 ½, o publicitário busca a fusão entre os interesses das empresas e sociedade, objetivo sugerido pelo nome de seu empreendimento.

Perci afirma que “a melhor oportunidade para aderir à sustentabilidade é hoje”, porém, não basta utilizar o termo somente em campanhas de marketing. Sendo assim, é essencial que as agências atendam aos requisitos do Anexo U, do Conar (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária), que são: concretude e veracidade dos projetos, exatidão e clareza das informações, comprovação de dados e fontes, ter pertinência e relevância para toda a cadeia de consumo.

Ciente de que a comunicação contribui para a formação de uma sociedade com valores humanos e éticos, o publicitário diz que é preciso aumentar o número de veículos jornalísticos que cobrem sustentabilidade, “desde que adotem linguagem acessível para o público geral”. Desta forma, será possível combater o que Perci chama “Efeito Hulk”, isto é, o “momento passageiro no qual a empresa fica verde”, assim como incentivar o consumo racional.

Evento “Comunicação para a Sustentabilidade”
Foto: Divulgação

A segunda apresentação do evento ficou por conta de Maria José Rosolino, jornalista, formada em relações públicas e docente na Universidade Anhembi Morumbi, ressaltando a “transdisciplinaridade da sustentabilidade”. Segundo ela, por este motivo, a ecologia e as causas sociais foram integradas à grade curricular dos alunos ao longo de todo o programa educacional, numa tentativa de torná-los mais engajados ambientalmente.

Encerrando o Encontro Técnico Comunicação para a Sustentabilidade, Branca Heloísa Britto de Souza explicou sobre o projeto de inclusão social do Instituto Embratel, implantado em Ilha Grande (Rio de Janeiro) e Veridyana Cesar expôs o programa de educação ambiental desenvolvido pela Danone, demonstrando que as companhias também podem ajudar as comunidade e, consequentemente, conservar o planeta.