COP21: rascunho final do acordo sobre as mudanças climáticas começa a ser analisado

204 Visualizações
iStockphoto.com / 00Mate00 Documento vai definir novas formas de reduzir o efeito estufa.

A partir de hoje (07), o rascunho do acordo global sobre mudanças climáticas, discutido entre representantes das mais de 200 nações, durante a COP21, passa a ser analisado por quatro grupos de ministros criados pelo ministro das relações exteriores da França, Laurent Fabius.

Os grupos vão discutir pontos em desacordo como a diferenciação entre países ricos e pobres e implementação de recursos e capacitação para que países em desenvolvimento combatam a mudança climática.

A ministra do Meio Ambiente do Brasil, Izabella Teixeira, presidirá o debate sobre a diferenciação entre países ricos e pobres, o maior ponto de desacordo entre os países.
O objetivo do documento é limitar a um máximo de 2ºC o aquecimento global, com medidas que tornem possível a redução das emissões de gases de efeito estufa.

A conferência segue para a segunda semana de negociação com o objetivo de fechar um acordo na próxima sexta-feira (11).