Lixo reciclável gera desconto na conta de luz dos brasileiros

684 views
Coleta Seletiva
Foto: boaventura

Saber a diferença entre plásticos, papéis, metais e lixo inorgânico, e em qual lixeira é correto depositá-los já faz parte dos hábitos de muitos brasileiros. Porém, a troca de lixo reciclável por redução de tributos fiscais tem sido a aposta de diversas empresas privadas para promover consciência ecológica, propagando os conceitos de economia e sustentabilidade por oito estados das regiões Nordeste, Sul e Sudeste do País.

No Rio de Janeiro, concessionária de energia Light desenvolve um projeto considerado exemplo desse tipo de iniciativa. Arrecadando materiais reciclados dos moradores, a companhia concede descontos na tarifa de energia elétrica. Só em 2013, a empresa recolheu 2 mil toneladas de resíduos sólidos e mais de 6 mil litros de óleo vegetal.

Já a Companhia Energética do Ceará (Coelce) conduz ação chamada de “Ecoelce”, que consiste na coleta de resíduos sólidos e disponibilização descontos na conta de eletricidade. Segundo a empresa, até meados do ano de 2013, forma concedidos R$ 749 mil em créditos aos moradores, referentes as 6 mil toneladas arrecadadas de papel, alumínio, vidros e outros materiais reciclados.

No Maranhão, os resultados de planejamento de gestão resíduos são semelhantes. Batizada como EcoCemar, proposta da iniciativa criada companhia energética estadual, coletou mais de 3 mil toneladas de lixo reutilizável, o que fez com que 14.733 clientes fossem contemplados com abatimentos nas taxas de luz.

Reciclar
Foto: jaylopez

Pelos estados da Bahia e Rio Grande do Norte, as empresas distribuidoras de eletricidade facilitaram a coleta para os moradores. As concessionárias dispuseram caminhões que passavam pelas ruas, arrecadando o lixo e, ali mesmo, realizavam pesagem, cadastro, e agendavam a redução do valor das contas.

Na região Sul e Sudeste, os estados são atendidos pelo programa Recicle Mais Pague Menos, gerido pela AES Eletropaulo, o qual pretende coletar em São Paulo aproximadamente 3.105 toneladas de materiais recicláveis em 2014 e contribuir com o orçamento de 90 mil famílias de baixa renda.