Brasil coletou 40 mil toneladas de embalagens de agrotóxico em 2013

543 views
Embalagem de agrotóxico
Foto: agricultura

Segundo informações divulgadas no último dia 27 de janeiro pelo Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias (inpEV), aproximadamente 40,4 mil toneladas de recipientes de agrotóxicos usadas nas propriedades rurais do Brasil foram coletadas e encaminhadas para locais ecologicamente adequados em 2013. A organização aponta que os números registram aumento de 8% em relação ao ano de 2012.

A prática de recolhimento e devida destinação de invólucros das substâncias utilizadas em atividades de cultivo é obrigatória desde 2002 e, conforme o inpEV, entre agricultores, comerciantes e fabricantes, já foram arrecadadas mais de 280 mil toneladas de embalagens. Para 2014, a instituição que representa os produtos de agrotóxicos projeta a expansão desses números.

Com 9.564 toneladas coletadas, o Mato Grosso foi o estado com melhor desempenho, demonstrando um crescimento de 10% sobre o ano anterior. Na sequência estão o Paraná (5.003 toneladas), São Paulo (4.769), Goiás (4.499) e Rio Grande do Sul (3.753), que somados correspondem a 70% das coletas arrecadadas no País. Embora tenham apresentado resultados em proporções menores, Rondônia subiu de 189 toneladas para 246, enquanto o estado do Piauí alcançou a marca de 509 toneladas recolhidas, o que configurou acréscimo de 26% em seu aproveitamento.

O inpEV ainda informou que algo em torno de 94% das embalagens que entram em contato direto com os elementos tóxicos são entregues pelos agricultores. Para que as boas práticas ecológicas continuem a se expandir, a entidade disponibiliza 400 unidades de recebimento distribuídas pelo Brasil e disponibiliza de estruturas itinerantes, visando ampliar o alcance de suas ações.

Embalagem de agrotóxico
Foto: carlosbarbosa