Poluição mata mais de 1 milhão de chineses anualmente

519 views
© Lu Guang/ Greenpeace Uso de carvão no país diminuiu, mas os danos da poluição são incalculáveis.

Segundo a ONG Berkeley Earth, uma em cada cinco pessoas morre em decorrência de doenças relacionadas à poluição atmosférica na China. São 1,6 milhão de mortes por ano, ou 4 mil por dia. A ONG estuda alterações climáticas e problemas ambientais relacionados à poluição.

No país mais populoso do mundo, que possui 1,37 bilhão de habitantes, as mortes por doenças desencadeadas por poluição se mostram uma epidemia e representam 17% de todas as causas mortes da China. As maiores fontes poluidoras da China ainda são o carvão, utilizado como combustível, e outras substâncias fósseis utilizadas na geração de energia elétrica e para o aquecimento das casas.

Embora no ano passado o uso do carvão tenha decrescido 1,6% no imenso país, o número ainda se torna inexpressível se comparado aos enormes danos que a poluição causa para a população.

“Cerca de 92% da população da China experimentou mais de 120 horas de ar insalubre ao longo do período de quatro meses, conforme definido pela Agência de Proteção Ambiental Americana, e 38% tiveram em contato com médias danosas à saúde”, dizem os pesquisadores da Berkeley Earth em estudo.