Pet shops participam de campanha para incentivar adoção de animais

335 views
iStockphoto.com / starzlou32 Em vez de vender, estabelecimentos fazem doação de animais.

A relação entre os humanos e os animais é forte e duradoura, podendo, em alguns casos, ser eterna. Alguns filmes como “Marley e Eu” e “Para sempre ao seu lado” retratam bem esse companheirismo e dedicação que um tem com o outro.

Mas nem só de histórias de cinema vive essa relação. Atualmente, pesquisas e estudos em todo o mundo demonstram que a convivência com os animais traz tranquilidade e bem-estar às pessoas. Normalmente, quando levamos cães em locais com pessoas doentes, é possível ver uma alegria e, as vezes, até mesmo uma melhora.

Apesar de serem julgados como “irracionais”, quem convive com um cão sabe que nós humanos temos muito o que aprender com eles. Por isso, todo mundo deveria ter a oportunidade de conviver com cães, gatos e outros animais, a fim de entender e sentir essa relação de amor incondicional.

Os motivos para adotar cães e gatos são inúmeros, independentemente do pedigree ou da idade. Afinal, o que importa é a simpatia, saúde, carinho e lealdade. Ou melhor, isso é o que deveria importar, já que ainda existem cerca de 20 milhões de animais espalhados nos abrigos ou nas ruas do Brasil, segundo a Organização Mundial de Saúde.

O número alto impressiona a todos e chama a atenção para um problema bastante comum: a compra e venda de animais.

Com o objetivo de diminuir esse número, a agência NBS criou o projeto Animais Valiosos, que tem conquistado muitos pet shops e ativistas em prol do direito dos animais.

A ideia busca comprovar que não existe diferença entre animais de raça e sem raça. Por isso, foi criada uma ação em um pet shop, que trocou os animais para venda por cães que estavam para adoção, sem avisar aos clientes.

As câmeras escondidas registraram a surpresa das pessoas ao descobrirem que os cães que elas adoraram da vitrine e que queriam comprar, poderiam ser levados de graça. Qualquer pet shop pode ceder seu espaço e colocar cães que estão para adoção.

O projeto tem o apoio das produtoras Visorama Diversões Eletrônicas e Sonido, e dos parceiros American Pet e da ração Purina. A criação é de Bob Ferraz (que já apareceu por aqui com o projeto Lá Tinha) e Augusto Correia (Jesus), sob a direção de criação de Carlos André Eyer e André Lima.

Entre no site oficial e veja as datas e os pet shops que abraçaram a campanha.