Conheça o carvão de bambu e como ele pode ajudar o meio ambiente

2.204 views
Carvão de bambu
Foto: © Depositphotos.com / noppharat_th

O carvão de bambu é uma alternativa à lenha de madeira e aos carvões minerais. Matéria-prima renovável, com um ciclo de crescimento muito rápido e imensas reservas naturais em diversas partes do mundo, o bambu se tornou um dos materiais de vanguarda dos estudos sustentáveis.

Toda planta pode ser utilizada para a produção do carvão vegetal: troncos, raízes e rizomas, o que torna o bambu mais eficiente do que a lenha ou o carvão de eucalipto. O material também tem alto poder de aquecimento, pois concentra maior energia em menor espaço, o que valoriza seu poder como combustível.

Outra vantagem do carvão vegetal de bambu é o rápido crescimento da planta, que leva cerca de três anos para se tornar adulta e estar pronta para o corte. Além disso, o bambu sequestra o gás carbônico em uma velocidade muito maior do que o eucalipto, por exemplo, já que se desenvolve rapidamente, mas não é só criando equilíbrio na emissão de gases que a planta pode ajudar o meio ambiente.

A queima da lenha para produção de energia e de fogo, tanto para a subsistência quanto na produção industrial em pequena ou grande escala, contribui para o desmatamento. O uso do carvão de bambu contribui para a diminuição do problema.

Esse tipo de combustível também substitui o carvão mineral que é muito mais poluente e mais caro.

Delicado, porém pesado, poroso e cheio de minerais, o carvão do bambu tem uma extraordinária habilidade contra odores, umidade e proteção contra ondas magnéticas.

Carvão de bambu
Foto: © Depositphotos.com / kung_mangkorn

Já existe uma vasta gama de tecnologias criadas com aplicações deste tipo de carvão vegetal: pode ser aplicado na filtragem da água; na fabricação de cremes e pastas de dentes, sabonetes e xampus; na produção de roupas e para eliminar germes e aumentar o poder de limpeza. Um sachê de carvão de bambu acaba com os maus odores em geladeiras, calçados ou armários.

O bambu se desenvolve principalmente em climas tropicais. As maiores reservas de bambu se concentram na Índia e na China continental, mas há também grandes áreas de produção na América Latina, incluindo no Brasil.