Casa de Música Húngara tem fachada entrelaçada com árvores para preservar paisagem

458 views

Em Budapeste, capital da Hungria, a proposta inovadora dos arquitetos do escritório MenoMenoPiu busca preservar o meio ambiente externo da Casa de Música Húngara. Situado em um exuberante parque da cidade, o complexo cultural em forma de círculo vai reestruturar o foco do parque, alterando o fluxo de pedestres para incentivar o intercâmbio entre o Ludwig Museum e o novo edifício.

A Casa de Música Húngara terá sua fachada revestida com lâminas paralelas que permitirão que as árvores cresçam na frente e entre elas. O design circular também incentivará o ambientalismo com o fluxo de ar natural e o recolhimento de águas pluviais. Ao mesmo tempo, será proporcionada uma fachada moderna para a sala de música.

O salão principal também contará com várias árvores já existentes no local, que serão cultivadas por meio de buracos no chão. Além disso, a cúpula de som e o teatro ao ar livre vão misturar o exterior com os espaços internos da Casa de Música Húngara.

As árvores foram a grande inspiração para os arquitetos, que projetaram o complexo para não perturbar 95% da vegetação existente. Já os outros 5%, que foram retirados para limpar a fachada do edifício, serão realocados perto do lago do parque.

Confira o projeto nas imagens:

Reprodução / Inhabitat.com Fachada com as lâminas paralelas.
Reprodução / Inhabitat.com Projeto do salão principal com as árvores.
Reprodução / Inhabitat.com Vista dos lados da fachada.
Reprodução / Inhabitat.com Vista aérea da distribuição do espaço na Casa de Música Húngara.