Ambiente Aquático: Conheça o Museu Subaquático de Arte (MUSA) em Cancun

616 Visualizações
Jason deCaires Taylor The Gardner.

O mar do caribe possui belezas que vão além da vida marinha. Ao redor das ilhas Mujeres e Punta Nizuc, em Cancun, no México, é possível visitar o Museu Subaquático de Arte (MUSA).

O MUSA foi fundado em 2009, fruto de uma parceria entre Jaime González Cano, diretor do Parque Marinho Nacional, Roberto Díaz Abraham, na época presidente da Associação Náutica de Cancun e Jason deCaires Taylor, escultor inglês.

O museu subaquático tem como objetivo demonstrar a interação entre a arte e a ciência por meio do meio ambiente. As obras permitem formar uma completa estrutura de recifes, que favorecem a colonização da vida marinha, ao mesmo tempo em que aumenta a biomassa em grande escala, segundo informações do site do museu.

Esculturas

Para chegar até o local, os visitantes precisam mergulhar nas águas claras para se deparar com cerca de 450 esculturas. As obras são feitas com material poroso e de PH neutro, que permitem o crescimento de corais e não polui o meio ambiente. O material escolhido para produzir as peças resistem centenas de anos embaixo d’água.

As interações artísticas ocupam uma área de mais de 420 m² de substrato estéril, que diz respeito à superfície, sedimento, base ou qualquer outro meio que sirva de suporte para organismos vivos e pesa de mais de 200 toneladas.

Jason deCaires Taylor Silent Evolution.

As primeiras esculturas são de autoria de Jason deCaires Taylor, instrutor de mergulho inglês e ambientalista. A ideia de criar um museu em ambiente aquático veio de sua paixão por explorar recifes de corais na Malásia. Com isso, decidiu combinar seu interesse pelo mergulho com sua habilidade em esculpir pessoas e objetos.

Visitação

Roberto Díaz Abraham Museu Subaquático de Arte

Durante a visitação ao museu no Parque Marinho é proibido tocar nas esculturas. Quando for praticar mergulho, deve-se levar colete salva-vidas e o visitante sempre deve estar acompanhado de um guia local.

Os turistas podem conhecer o MUSA durante o dia ou à noite, desde que siga os requisitos acima. Para aqueles que não gostam de mergulhar, mas gostariam de apreciar as obras, é possível visitar o local em barcos que possuem o fundo de vidro transparente. Para isso, deve-se consultar as empresas locais que prestam esse tipo de serviço.