Conheça os benefícios da canela

276 Visualizações
iStockphoto.com / AlexTois Especiaria estimula o metabolismo e o sistema imunológico.

A canela é uma especiaria que provém do Sri Lanka, na Ásia. Historicamente, por seu aroma exótico e seus benefícios à saúde, a canela sempre foi um produto muito valorizado. Junto com outras especiarias, ela estimulou rotas de navegadores nos séculos XV e XVI e fazia parte do fetiche e das mesas dos nobres da época.

Graças a essas buscas, a América foi descoberta como um novo continente. A canela, desde sua descoberta, sempre foi permeada de mistério e sedução e se tornou um objeto de status que perdurou por muito tempo.

Benefícios para a saúde

Além de sua relevância histórica, a canela é uma plantinha muito aromática que previne e combate o diabetes, por possuir grandes quantidades de cromo e polifenol MHCP. Também contribui para o emagrecimento, por conter compostos fenólicos e por ser um alimento termogênico, que é capaz de aumentar os gastos calóricos do organismo durante a digestão e o processo metabólico.

Ela é poderosa para combater resfriados por ser muito estimulante ao sistema imunológico. Também contribui para a diminuição do colesterol ruim e para a prevenção de doenças degenerativas, como o  Alzheimer, por possuir antioxidantes e anti-inflamatórios. Sua ação antioxidante também previne o envelhecimento precoce e sua ação anti-inflamatória auxilia na recuperação de quadros associados à obesidade, incluindo as celulites.

Cuidado com a quantidade diária

A quantidade de canela recomendada a um adulto é uma média de 1 a 6 gramas, que equivalem a uma medida entre meia e um colher de chá ao dia. O uso excessivo da especiaria pode levar a intoxicação, irritação das mucosas e do intestino, alteração dos batimentos cardíacos, úlcera e alergias.

Ela não é recomendada a gestantes, pois pode induzir contrações fora do tempo e o risco de aborto. Pessoas com problemas de fígado e rim também devem evitar o consumo excessivo, pois a presença de uma substância chamada de cumarina pode causar prejuízos a esses órgãos. Hipertensos devem consultar um médico antes de utilizar a especiaria, que sempre foi conceituada como uma estimulante da pressão alta, mas estudos recentes tentam provar que, na verdade, seu efeito pode ser o contrário em alguns casos.

Como consumir

A canela pode ser consumida das mais diversas maneiras. No ocidente é comum usá-la em chás, polvilhada sobre frutas e em receitas doces como bolos, tortas, curais de milho, mingau, arroz doce entre outros. No oriente ela também é muito utilizada como tempero para carnes, aves e peixes e para o preparo do curry, um mix de várias especiarias que serve de base para molhos e que é muito comum na culinária indiana e tailandesa, por exemplo.