UNESCO promove a elaboração de 20 Ideias para Girar o Mundo

384 views
Água
Foto: hacedoraweb

“Não é mais possível imaginar que podemos viver num planeta que é finito, no qual os recursos naturais acabam se consumirmos na velocidade como fazemos hoje e que possamos sustentar a nossa espécie indefinidamente”, diz Adalberto Luis Val, pesquisador do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa). A partir de indagações como esta, a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), no Brasil, lançou o projeto 20 Ideias para Girar o Mundo.

No âmbito de dar continuidade aos debates promovidos pela Conferência das Nações Unidas Sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio+20), realizada em 2012, a instituição reuniu vinte personalidades dos campos acadêmicos, artísticos e do desenvolvimento humano, econômico e socioambiental “para debater medidas e compromissos para ampliar a ‘economia verde’ e erradicar a pobreza”, como explica Lucien Muñoz, representante da UNESCO no País.

A organização disponibiliza, em um canal do YouTube, os vídeos das miniconferências, que duram até sete minutos, feitos com os criadores das ideias. A intenção do programa é fazer com que o conceito de sustentabilidade fique claro à população e a implantação de ações ecologicamente corretas seja acessível. O presidente da Associação de Catadores do Aterro Metropolitano do Jardim Gramacho/RJ (Acamj), Tião Santos, simplifica: “Se fosse para ensinar sustentabilidade a uma criança, eu diria para separar os resíduos recicláveis, plantar uma árvore e cuidar dos animais”.

Sustentabilidade
Foto: gazetadopovo

Porém, assim como o assunto que abrange diversas áreas do conhecimento, parcelas variadas da sociedade tem potencial para colaborar com o desenvolvimento de uma existência sustentável, como exemplo, a geneticista Mayana Zatz, que coordena o Centro de Estudos do Genoma Humano e Instituto Nacional de Células-Tronco em Doenças Genéticas, da Universidade de São Paulo (USP), que diz: “Minha grande preocupação é a sustentabilidade da vida”. O poeta Ferreira Gullar argumenta que “até a poesia ajuda a sustentabilidade”, isto é, a cultura pode conscientizar e difundir noções de ecologia à população.

Para concluir, fica esta importante divagação feita por Ailton Krenak, coordenador da Rede Povos da Floresta, que acompanha os personagens já citados e alguns outros, no projeto da UNESCO. “Um mandamento da cultura indígena diz que nós devemos pisar suavemente aqui na Terra, sem deixar rastros, pois, se o ser humano deixar rastro no planeta, ele não é sustentável.” E você, tem alguma ideia para fazer o mundo girar? Compartilhe a sua opinião com a gente.

Confira o que o cantor e ativista social, Carlinhos Brown, tem a dizer sobre sustentabilidade no Canal 20+ideias: