Restaurante indiano inaugura geladeira comunitária

526 Visualizações

 

Reprodução / Facebook A geladeira comunitária é abastecida pelo restaurante e por anônimos.

Segundo dados da FAO (Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura), são desperdiçados cerca de 1,3 bilhões de toneladas de alimentos todos os anos e o Brasil é um dos campeões com 30%.

O desperdício de alimentos dá-se desde seu plantio até o seu consumidor final e isso acontece devido à falta de tecnologia, dificuldade no armazenamento, no transporte e simplesmente pelo fato das empresas e consumidores comprarem mais do que precisam. Em diversos países famílias sofrem com a falta de comida, mas algumas iniciativas estão sendo implantadas para minimizar esse problema.

Recentemente, a Índia se juntou aos países que passaram a postar na geladeira comunitária para evitar o desperdício. Considerado um dos países que mais pessoas necessitam de comida, o projeto foi criado pela rede de comida Pappadavada, que colocou a geladeira do lado de fora das unidades do restaurante.

A geladeira comunitária está localizada na estrada Kaloor Kathirikadavu, em Koshi, e funciona 24 horas por dia. Qualquer pessoa pode abrir a equipamento e depositar alimentos ou, então, se servir.

Restaurante e anônimos abastecem a geladeira

A ideia inicialmente era que a geladeira fosse abastecida pela rede de restaurantes Pappadavada com 50 pacotes de alimentos diariamente. Porém, ela se tornou comunitária, qualquer pessoa pode fazer suas doações com sobras ou comidas frescas.

O Pappadavada foi inaugurado em 2013, pela Minu Pauline, após abandonar o setor bancário. Seu objetivo era reduzir o desperdício de alimentos em áreas urbanas. “O alimento é um dom precioso da natureza, e as pessoas não deveriam desperdiçá-lo. O único objetivo desta iniciativa é dar este alimento que está em excesso para aqueles que são menos afortunados”, disse a empresária, em entrevista ao site do jornal India Today.

Além da Índia, países como Bruxelas e Espanha já contam com a geladeira comunitária. Aqui no Brasil, cidades como Salvador, Goiânia e Taubaté também já adotaram a ação comunitária.