Conheça a história da atleta que planta árvores à medida que ganha medalhas

447 Visualizações
Reprodução / Facebook Atleta de Mogi Mirim, já plantou 500 árvores desde que iniciou o projeto.

A relação do esporte com a natureza é conhecida pelas grandes histórias de conquistas e superação dos atletas. Isso sem falar da importante contribuição da natureza para muitas modalidades (como surfe, triátlon, maratonas etc.). Entre ilustres personagens e momentos históricos, o esporte protagoniza episódios marcantes e que depois se eternizam na memória das pessoas.

A atleta de Biathlon de inverno (Esporte oficial das Olimpíadas de Inverno), Mirlene Picin, de 34 anos, é um grande exemplo que se encaixa em todas essas qualidades e que tem marcado o seu nome de um jeito especial.

Reprodução (Facebook)/ Podium Verde Visafértil Mika planta um determinado número de árvores à medida que compete.

Importante competidora dos esportes de gelo, com mais de 10 anos de carreira profissional, tendo disputado e treinado em 20 países ao redor do mundo, Mika, como é conhecida, não tem sua popularidade ligada apenas ao desempenho dentro do esporte. Mas, sobretudo, ao que tem feito como ação social desde 2015.

O Podium Verde Visafértil é uma iniciativa originada por Mika que tem o objetivo de estimular o reflorestamento ambiental através da plantação de mudas para cada nova medalha conquistada em suas competições. De acordo com a ztleta são 25 mudas quando chega em primeiro lugar, 20 mudas quando chega em segundo, 15 mudas quando chega em terceiro, 10 mudas quando chega em quarto e 5 mudas quando chega em quinto.

Dona de recordes e importantes marcas para o país, Mirlene se alegra ao falar da honra de estar entre as atletas de ponta em seu esporte – que combina o esqui cross-country com o tiro ao alvo com rifle 22: “Quando perguntam se eu vivo dos esportes que pratico, respondo que vivo PARA os esportes que pratico”, disse em suas entrevistas.

A nobre atitude de Mirlene é responsável por um total de 500 árvores que foram plantadas até o momento, sendo 380 mudas em 2015 e mais 120 que ganharam vida neste ano. Em suas páginas nas redes sociais, o Podium Verde Visafértil compartilha as novas conquistas de Mika com o público e destaca informações para que novos interessados possam participar do projeto.

O trabalho de reflorestamento ambiental está acontecendo na cidade de Mogi Mirim, interior de São Paulo, onde Mika nasceu e cresceu. Para acompanhar os passos de Mirlene e suas novas premiações, acesse a página do Podium Verde Visafértil ou o perfil oficial da atleta no Facebook.