15 lugares que os amantes de animais devem conhecer

1.539 Visualizações
© Depositphotos.com / EcoPic O que não faltam são opções para quem quer aliar diversão, passeio e amor pelos animais.


Muitas pessoas viajam para conhecer belezas naturais, culturas diferentes, pontos turísticos ricos em história, mas você já imaginou viajar para conviver e cuidar de animais? Hoje em dia existem vários destinos para os apaixonados por bichos.

Muito procurados por intercambistas e pessoas interessadas em ter maior contato com a natureza, os roteiros incluem desde simplesmente passar um tempo com os animais até trabalhar de forma voluntária na reabilitação deles.  Separemos alguns destes lugares para você conhecer:

Vaticano: assistir à cerimônia de bênção dos animais

Jim Hightower | OtherWords | Op-Ed Na cerimônia são abençoados os mais diferentes tipos de animais.

Todos os anos, o Vaticano oferece uma cerimônia de bênção aos animais, momento que reúne cavalos, galinhas, cães, vacas e vários tipos de animais domésticos. Entretanto, é preciso verificar as datas, pois, em 2014, o evento foi realizado no dia 17 de janeiro, coincidindo com a festa de Santo Antônio. Porém, em outros anos, a cerimônia aconteceu em 4 de outubro, Dia Mundial dos Animais.

África do Sul: curtir a vida selvagem

SanWild – Wildlife Sanctuary Safari é um dos grandes atrativos para quem ama animais ferozes.


Fazer um Safari africano parece ser uma ideia sedutora, mas se você pretende se aproximar mais da vida selvagem, que tal um acampamento de luxo no meio da savana? O SanWild Wildlife Sanctuary pode oferecer isso, além de ser um centro de reabilitação de animais.

China: cuidar de ursos panda

Reprodução / Chengdu Reserach Base of Giant Panda Breeding Além de conhecer os ursos, os visitantes podem ajudar a cuidar deles.

Os ursos pandas são os animais mais procurados na China. Estima-se que existem cerca de 1.000 pandas gigantes em todo o mundo e a maior concentração deles está no país. Com duração de duas a quatro semanas, o programa de voluntariado do refúgio de Lougantai, Zhouzhi, oferece a oportunidade dos turistas conviverem e trabalharem diretamente com os mamíferos.

Tailândia: cuidar de elefantes

Reprodução: Elephant Nature Park Os elefantes resgatados recebem os carinhos e cuidados dos turistas.

No Parque Natural dos Elefantes é possível passar uma noite cercado por estes grandes animais e se voluntariar para cuidar deles por até quatro semanas. O trabalho dos funcionários do parque vai além de cuidar dos elefantes resgatados. Eles também restauram a floresta, plantando aproximadamente 25 hectares de árvores por ano.

Antártida: ficar pertinho dos pinguins

Reproduçao – International Association os Antarctica Tour Operators Os pequenos moradores rendem lindas fotos.


Conhecer a Antártida pode ser um destino bem interessante para suas férias, ainda mais com a possibilidade de conviver com pinguins Imperador no Dawson-Lambton Glacier. O único período para fazer esta viagem é entre novembro e março, quando a Associação Internacional de Operadores Turísticos da Antártida funciona. E o melhor: como os pinguins não têm medo dos seres humanos, o contato com eles pode render fotos incríveis.

Novo México: relaxar num spa com seu cachorro

© Depositphotos.com / andresr O Ten Thousand Waves está na lista dos spas dog friendly.


Com a proposta de os donos curtirem as férias junto com seus cachorros de estimação, o resort Ten Thousand Waves, localizado em Santa Fé, é um spa de estilo tradicional japonês que oferece massagens, tratamentos para pele, banheiras e sais para o hóspede e seu pet.

Japão: brincar com coelhos

Reprodução / kotaku.com/ O refúgio é ponto turístico para quem ama os pequenos peludos.


Ōkunoshima é uma ilha japonesa com grande concentração de coelhos. Como a caça desses animais é proibida, assim como a entrada de cães, o local se tornou um refúgio seguro para os coelhos, proporcionando muito contato com estes bichos fofos e amigáveis.

Sumatra: lutar pela preservação de orangotangos

Sue Delaney / Facebook – Sumatra Adventure Holidays Sumatra recebe turistas dispostos a auxiliar na reintegração dos orangutangos à natureza.


Você tem o desejo de se envolver efetivamente na proteção dos animais? Então seu destino é Sumatra, onde, por seis meses, é possível trabalhar de forma voluntária na reabilitação e reintrodução de duas espécies de orangotangos na natureza. A população destes animais no país está em fase de extinção, devido ao desmatamento, e várias pessoas estão unindo forças para ajudar.

Escócia: participar do Golden Retriever Festival

Reprodução / THE GREAT GUISACHAN GATHERING JULY 2013 Evento anual proporciona diversão para cães e seus donos.


Organizado pelo Golden Retriever Club of Scotland, o festival ocorre anualmente no Invernesshire, Escócia, país de origem da raça, sempre no mês de julho. Reunindo mais de 200 animais, no dia acontece exposição de cães, jantar, dança e brincadeiras para agradar os visitantes e os cachorros.

Estados Unidos: visitar a Woodstock Farm Animal Sanctuary

Reprodução / Facebook- Woodstock Farm Animal Amantes do cheio e de bichos da fazenda não podem deixar de visitar o local.


Abrigo de resgate para vacas, porcos, galinhas, perus, patos, ovelhas, cabras e coelhos, o Woodstock Farm Animal Sanctuary, no meio de Nova York, segue o simples princípio de que os animais são nossos amigos. Por isso, se você deseja acordar com o canto de um galo, assistir o pôr do sol sobre as montanhas de Catskill e, ainda, cuidar dos mais de 300 animais, reserve uma estadia lá.

Estados Unidos: conhecer os moradores do Parque Nacional de Yellowstone

Reprodução / Facebook – Yellowstone National Park A vida selvagem chama atenção de quem passa por lá.


Quer ver animais selvagens em seu habitat natural? O Parque Nacional de Yellowstone é o lar de bisões, carneiros, linces, alces, coiotes, cabras, veados, ursos, dentre outros, e os guardas do parque ficam à disposição para dar explicações sobre os bichos. Além disso, a região ainda possui gêiseres fascinantes.

Austrália: assistir ao show de baleias

Reprodução / Whale Watching Sydney As acrobacias das baleias deixam o público de boca aberta.


Sydney é um ótimo local para observar baleias. Para ter esta experiência, possível entre maio e dezembro, é importante consultar empresas responsáveis, que cuidam do bem-estar destes seres marinhos ameaçados de extinção. Uma dica é a Whale Watching Sydney, que é independente e eco-friendly.

Estados Unidos: ver de perto os cavalos selvagens de Chincoteague Island

Reprodução / Chincoteague Ponies Local oferece aulas de equitação e promove leilões.


Principal habitat de cavalos selvagens, as ilhas Chincoteague e Assateague, em Virgínia, oferecem atividades como aulas de equitação, passeios e leilões anuais de pôneis, que acontecem no mês de julho e os rendimentos são direcionados para apoiar o rebanho durante todo o ano.

Austrália: remar com ornitorrincos

Reprodução / Live Animals Esta é a chance de conhecer o ornitorrinco em seu habitat natural.


Bem exóticos e interessantes, os ornitorrincos parecem ser uma montagem com várias características de outros animais: mamífero, aquático, bota ovos e tem um bico de pato. Para conhecê-los melhor em seu habitat natural, uma boa ideia é remar com eles no belo lago Elizabeth, em Victoria. A Otway Eco Tours oferece este passeio e a empresa ainda doa a verba para pesquisas de doenças na Tasmânia e participa ativamente de estudos sobre o comportamento, reprodução e impacto ambiental desses animais.

Brasil: levar cães para passear

Reprodução – Cãominhada Paulistana Passear com o cão funciona como terapia.


Nem todos os apaixonados por animais dispõem de muito dinheiro para viagens, mas, ainda assim, querem fazer algo em prol dos bichos. Uma boa opção é se voluntariar em projetos como o Humane Society, nos Estados Unidos, e o Cãominhada, no Brasil, onde é possível se oferecer para passear com cachorros ou brincar com gatos. Ambos sairão ganhando.