Prédio comercial se transforma em fazenda urbana

748 Visualizações

O Japão é sempre conhecido por sua vanguarda tecnológica e pela inventividade dos japoneses em buscar soluções inteligentes para os mais diversos problemas. E um prédio comercial em Tóquio chama a atenção por apresentar uma solução simples a um problema ambiental recorrente em vários lugares do mundo: a escassez de espaço para a plantação de alimentos.

Reprodução / Kono Designs Este é um grande projeto de renovação urbana, que inclui uma dupla fachada verde.

O prédio de escritórios da Pasona HQ se configura em uma fazenda urbana que proporciona alimentos para os funcionários do estabelecimento. O edifício projetado pela Kono Designs foi reformado para receber as hortas em 2010. São plantados desde arroz até brócolis, abóbora, tomate e tudo o que for necessário para a nutrição de quem lá trabalha.

O jardim vertical que é visto na fachada do prédio contribui para a redução do uso de energia com a manutenção de temperaturas agradáveis no edifício e também acaba por contribuir para o clima das hortas. A empresa apoia estagiários na área de agricultura, que são convidados a participar do cuidado e monitoramento de tudo o que é plantado.

Reprodução / Kono Designs Existem várias instalações de agricultura urbana integrada dentro do edifício.

Sustentabilidade por todos os lados

A Pasona HQ, empresa especializada em recrutamento, ocupa os nove andares do prédio que possui 50 anos de idade e foi todo reformado e reutilizado conforme as necessidades atuais. Os espaços de agricultura hidropônica e as hortas feitas com base de solo se espalham por todos os cômodos e ocupam também salas de reuniões e escritórios privados. Existem três varandas onde foram plantadas árvores frutíferas, como laranjeiras.

Os funcionários da Pasona HQ também são estimulados a se envolverem no cultivo e cuidado com as hortas. É comum vê-los trabalhando com alguma hortaliça ou, ainda, na poda das árvores. Existem cerca de 200 espécies, entre frutas, legumes e verduras, espalhadas pelo espaço de 4.000 metros quadrados. O edifício conta também com uma iluminação especial de baixo custo energético e um sistema de controle de temperatura.

Reprodução / Kono Designs O projeto expõe os funcionários da empresa ao cultivo e interação com a terra, proporcionando melhoria na saúde mental, produtividade e relaxamento no local de trabalho.

O Japão passa por uma forte crise no que diz respeito ao espaço para terras aráveis. Por esse motivo, existe uma grande dependência do país na importação de alimentos. Empresas como a Pasona HQ chegam para incentivar e educar novos agricultores e empresários que possam aderir à tal projeto.