Livro sobre serpentes do Cerrado cita as espécies que correm risco de extinção

630 Visualizações
iStock.com / JasonOndreicka Obra tem o objetivo de apresentar as espécies e fomentar a conservação.

A incrível biodiversidade de espécies existentes é, sem dúvidas, uma das características mais marcantes do Brasil. A rica combinação entre fauna e flora tem grande reconhecimento internacional, fazendo do país uma referência no assunto. Mas também no Brasil, mais especificamente no Cerrado, é preciso destacar o perigo real que atinge diversos animais: a extinção.

Não é de hoje que o problema afeta a preservação e reprodução de milhares de espécies espalhados em todo o mundo. Ainda assim, muita gente insiste em manter seu estilo de vida sem se importar com a grande dificuldade enfrentada pela natureza.

A questão pode até parecer um pouco distante da realidade das cidades grandes, mas, acredite, não é. Prova disso, é que se hoje você encontrasse uma cobra no quintal de casa, qual seria a reação?

Identificando graves problemas de extinção comuns a grande parte das mais de 100 espécies de serpentes que vivem no Cerrado brasileiro, o livro “Serpentes do Cerrado – Guia Ilustrado” foi lançado pela Holos Editora e tem como principal objetivo estimular a conservação dos animais, que por muitas vezes acabam sofrendo com tratamentos hostis dos humanos pela falta de informação.

O Guia Ilustrado escrito pelos pesquisadores Cristiano Nogueira, Otavio Marques, André Eterovic e Ivan Sazima traz uma série de fotografias que mostram cada uma das espécies de serpentes em detalhes, apresentando informações importantes sobre o animal. Características como coloração, padrões de pele, dentição, estratégias de defesa e se a espécie é venenosa ou não estão presentes na obra.

Desta forma, o “diário das cobras” revela os hábitos e costumes de cada serpente e espera conscientizar as pessoas, fazendo com que elas possam reconhecer uma espécie quando a encontrarem e reagir conforme suas instruções. Inclusive, no livro os autores destacam o modus operandis no qual o indivíduo deve seguir para que nenhuma atitude inconsequente seja tomada.

No total são 135 espécies e 185 fotografias que fazem parte do acervo reunido no inventário. Ao apresentar um guia completo de informações sobre as serpentes, a ideia do livro é que o documento tenha uma função importante na conservação das espécies – mostrando, sobretudo, a importância ecológica desses animais dentro do ecossistema.

Para saber mais informações sobre o livro “Serpentes do Cerrado – Guia Ilustrado” ou adquiri-lo, acesse o link.