Curiosidades da natureza: conheça o incrível Lago Natron

As águas do Natron são tão alcalinas que podem causar queimaduras e a morte de animais e pessoas. Animais mumificados são comuns na região

29 de março de 2014
publicado por
Redação

Com águas vermelhas e salgadas e cerca de três metros de profundidade, o Lago Natron é local único no mundo. Suas características contribuem para que os animais e plantas que vivem próximos tenham seus corpos preservados naturalmente após morrerem. Parece impossível, mas é pura química.

Por estar localizado em uma área de formação vulcânica, o lago possui alta concentração de Natrão e de outros minerais, o que fez suas águas se tornaram muito alcalinas, com pH entre 9 e 10.5 em algumas áreas, e com temperaturas que podem chegar a 60°. A acidez é tanta que apenas a Alcolapia alcalica, uma espécie de tilápia super adaptada, pode sobreviver em suas águas.

Na temporada das secas, quando as águas evaporam e o lago diminui de tamanho, os corpos dos animais que caíram no lago e morreram devido à acidez aparecem quase inteiros. Muita gente acredita que os animais que caem no Natron são transformados em pedra, mas isso não é verdade. O que acontece é um processo de mumificação, uma curiosidade da natureza.

A alta alcalinidade da água destrói os tecidos moles dos corpos animais, mantendo os tecidos duros: os ossos e a queratina não são atacados, porque há equilíbrio de sais, que os conservam. Assim, os animais não se deterioram e se tornam verdadeiras múmias.

Foi assim, como estátuas, que o fotógrafo Nick Brandt descobriu várias espécies de aves enquanto fotografava na Tanzânia. Impressionado com a cena, Brandt colocou as aves em posições realistas e tirou fotos que foram publicadas em revistas e jornais de todo o mundo.

Enquanto divulgava seu trabalho, o fotógrafo afirmou: “Eu inesperadamente encontrei as criaturas – todo tipo de pássaros e morcegos – ao longo da costa do Lago Natron, no norte da Tanzânia. Ninguém sabe ao certo exatamente como eles morrem, mas parece que o lago reflete bastante a luz e isso os confunde. Assim como pássaros colidem com janelas de vidro, eles caem dentro do lago”.

Outra curiosidade do lago ácido é sua cor avermelhada. A coloração é causada pelo pigmento da grande quantidade de cianobactérias que existem em suas águas, responsáveis também pela cor das famílias de flamingos que arriscam se queimar para alimentarem-se delas.

Confira algumas fotos de animais pedrificados pelo Lago Natron!

Fotos: Nick Brandt