Conheça o aventureiro do “América Verde” e sua jornada em busca de projetos sustentáveis

411 Visualizações
Arquivo Pessoal Fernando Montoya.

Com o objetivo de conhecer iniciativas sustentáveis espalhadas pelo continente americano, Fernando Montoya, de 36 anos, percorrerá todos os países pertencentes da América do Sul, Norte e Central num trajeto de 60 mil quilômetros, utilizando uma motocicleta BMW 1200 GS Adventure, o que deve levar aproximadamente 7 meses. “É um sonho antigo cruzar as Américas. Mas não queria que fosse simplesmente uma viagem de final de semana, queria lhe dar conteúdo”, esclarece Montoya, sobre jornada ecologicamente correta.

Nascido em Madri, na Espanha, Montoya residiu na cidade ibérica de Múrcia e em Londres, capital da Inglaterra, antes de se instalar em São Paulo, demonstrando seu potencial de viajante. Além disso, o interesse na preservação do meio ambiente é cultivado há muito tempo. “Desde estudante tive muito claro que temos a obrigação de deixar um mundo melhor do que aquele que encontramos. Aliás, minha adoração pela natureza vem da infância”, conta.

Às vezes, quando me deparo com um espetáculo grandioso da ‘Mãe Natureza’, entro num estado de profunda alegria.”

Arquivo Pessoal Fernando Montoya.

Posteriormente, o espanhol se formou em engenharia química, com pós-graduação nas áreas ambiental e de segurança. Já engajado em trabalhar em benefício da conservação da natureza, o primeiro emprego de Montoya foi de gestor ambiental numa empresa britânica, porém, segundo ele, além da evolução profissional, o crescimento pessoal o motivou a realizar a aventura em busca de projetos socioambientais e que envolvam energias renováveis.

“Após muito pensar e planejar, a ideia da América Verde foi tomando forma”, explica. Entusiasta de motocicletas desde antes de possuir habilitação, Montoya soube que este seria o meio ideal para se locomover. “Consigo chegar a lugares inacessíveis aos carros, daí a escolha por uma moto”, argumenta. Além disso, ele ressalta que o transporte em duas rodas permite o carregamento de materiais de acampamento e “encara qualquer tipo de estrada”.

Em sua trajetória, iniciada nesta quarta-feira (23/04), na Serra da Serpente, no município paulista de Apiaí, Montoya pretende visitar todos os países como Paraguai, Argentina, Colômbia, México e Estados Unidos, retornando pelas Guianas e o nordeste brasileiro. Ao longo do caminho, o aventureiro também planeja conhecer todas as nações da América Continental. Precavido, Montoya evitará o frio extremo característico da Patagônia e Canadá, assim como as intensas pluviosidades frequentes no território da Amazônia.

É um sonho antigo cruzar as Américas. Mas não queria que fosse simplesmente uma viagem de final de semana, queria lhe dar conteúdo.”

“Às vezes, quando me deparo com um espetáculo grandioso da ‘Mãe Natureza’, entro num estado de profunda alegria”, confessa Montoya, animado para chegar a lugares nos quais reina o meio ambiente e os fenômenos naturais acontecem. Sendo assim, na “era digital da informação”, o América Verde oferece aos internautas a oportunidade de acompanhar tudo isso, pois, o novo especial do Pensamento Verde contará com textos, fotografias e vídeos postados pelo aventureiro a partir da próxima semana.

Pensamento Verde América Verde.