Sustentabilidade na escola: A importância de projetos sustentáveis na educação

4.057 Visualizações
Sustentabilidade na escola
Foto: ebc

O pedido de socorro do planeta parece estar sendo atendido. As inúmeras catástrofes naturais, o aquecimento global e os problemas sociais enfrentados no dia a dia, fez nascer na população um sentimento de preocupação com o futuro da Terra e das gerações. Afinal, é de conhecimento de todos que esses problemas são consequências da influência negativa do modo de vida humano, não é mesmo?

Visando recuperar o tempo perdido e garantir a subsistência das novas gerações, as empresas e o governo entraram com ações efetivas que trabalham com a sustentabilidade.

No entanto, agora é a vez das escolas introduzirem a sustentabilidade na educação dos jovens, uma maneira diferente de olhar para o planeta e para o futuro, de uma forma mais consciente. Com papel fundamental na educação, a escola é a principal responsável pela formação do cidadão. Por isso, trabalhos de sustentabilidade são de extrema importância para o futuro do planeta.

Ao realizar projetos que visam o desenvolvimento sustentável, o centro de educação se compromete com o meio ambiente, a sociedade e com o futuro. A ideia é que, desde pequenos, as crianças aprendam a valorizar os recursos naturais e um modo de vida com hábitos mais saudáveis.

Por meio desse tipo de programa, além da conscientização, o jovem entende que é parte de um meio, deixando o papel de espectador de lado. Ou seja, entende que suas atitudes podem ser benéficas ou prejudiciais ao meio ambiente. Com isso, aprende a importância da separação do lixo, materiais recicláveis e a necessidade do aproveitamento do lixo orgânico na agricultura.

Apesar de limitados, esses projetos sustentáveis também podem mudar o mundo. Afinal, pequenas ações diárias podem fazer toda a diferença para o ambiente.

Crianças na horta
Foto: floresagora

Você sabia?

O Ministério do Meio Ambiente possui um projeto chamado “Educação para o Desenvolvimento Sustentável (EDS)”, que busca equilibrar o bem-estar humano e econômico com as tradições culturais e o respeito aos recursos naturais do planeta.

O programa utiliza métodos educacionais para desenvolver a educação, promover o respeito às necessidades humanas e ao uso dos recursos naturais, e nutrir o sentimento de solidariedade global.