Supermercado alemão comercializa verduras cultivadas no próprio local

328 Visualizações
Reprodução / Facebook Consumidor pode entrar para escolher seus produtos conforme a preferência.

O conceito de comprar verduras fresquinhas no mercado nunca fez tanto sentido. Pelo menos não até o supermercado alemão Metro revolucionar o setor, criando uma ala especial – dentro do próprio estabelecimento – em que alimentos orgânicos continuam sendo cultivados até o momento em que o consumidor decide selecioná-lo para a compra.

A ideia surgiu de uma parceria do Metro com a Infarm, uma empresa de design responsável por arquitetar toda a cúpula e projetar o novo espaço, afim de diminuir a distância entre os alimentos e seus consumidores finais – garantindo a integridade das verduras, além de baratear toda a operação.

Basicamente, a cultivação dos alimentos acontece em uma estufa fechada e com iluminação artificial que fica posicionada em uma área comum dentro da loja, onde todos têm acesso e podem entrar para escolher seus produtos conforme a preferência. Dentro deste espaço, dispositivos digitais geram informações para um computador, onde a estufa é monitorada em diversas fatores (temperatura, nível de umidade, controle de luz etc.).

Em entrevista ao site da Fast Company, Erez Galonska, um dos fundadores da Infarm, contou que o desempenho desta nova estufa em comparação a um modelo tradicional tem surpreendido a todos. O empreendedor explica que em uma simples bandeja de um metro quadrado é possível produzir de quatro a seis plantas por dia no período de um ano, o equivalente ao dobro da produção estimada para uma estufa comum.

A principal diferença está na divisão do processo de cultivação dos alimentos em cada um dos métodos. No cubículo do Metro, a plantação acontece, inteiramente, no mesmo lugar, fazendo desse sistema uma ferramenta muito mais eficiente e econômica para produção.

Através do novo projeto de agricultura vertical, o objetivo das “hortas indoors” é diminuir a quantidade de dióxido de carbono lançado na atmosfera. Desta maneira, a utilização de fertilizantes e pesticidas é consideravelmente reduzida, e a alimentação das verduras também acontece com maior economia. Além tudo isso, nada melhor do que fazer uma boa refeição com alimentos orgânicos fresquinhos.