Negócios Verdes: oportunidade para inovar e empreender

1.854 views
Mesmo com diversos recursos disponíveis, o Brasil ainda necessita de aprimoramento sobre o tema negócios ambientais.

Startups com a vertente voltada a negócios ambientais estão chegando com força no Brasil, e ideias inovadoras do segmento têm sido muito bem recebidas pelo mercado, o que demonstra claramente o quão promissor é o setor verde e a capacidade de inovação dos brasileiros.

O tema negócios ambientais ainda necessita ser aprimorado no País. Temos exemplos de empresas de sucesso, entretanto se comparado com outras nações tomamos uma verdadeira lavada. O Brasil é praticamente uma Meca, com diversas oportunidades de negócios, aqui temos florestas, rios, serrado, mangue, cidades com problemas gravíssimos, resumindo: um cenário perfeito para novas soluções, é difícil cravar o motivo de não existir tantas empresas com foco ambiental voltadas a essas oportunidades, entretanto alguns aspectos importantes podem ser considerados para essa deficiência.

O primeiro ponto é o governamental. Paramos no tempo para algumas questões primordiais, o Ministério do Meio Ambiente beira o decorativo, melhorou bastante nos últimos anos é bem a verdade, mas politicamente ainda é irrelevante perante aos olhos do poder Executivo, em diversos países a pasta é fomentadora, tanto de negócios quanto de ensino, há a necessidade de evoluir a atuação política, com uma presença mais eficiente.

Temos ainda um baixo investimento privado em pesquisas em negócios ambientais, e o diálogo dos atores do setor com a sociedade ainda é superficial, com mais cursos, planejamento e incubadoras voltadas a esse modelo de negócios, o Brasil se tornaria uma potência mundial no setor, vale frisar que serviços e produtos “verdes” tem um valor agregado altíssimo.

Deixando de lado os problemas políticos e todas as dificuldades estruturais do País, o que o temos mostrado de positivo? O que podemos esperar dos negócios ambientais?

A perspectiva de sucesso é enorme, temos um oceano não explorado e os jovens brasileiros perceberam isso, e está aí a nossa grande “arma” o capital humano, existe uma gama de novos negócios surgindo, muitas ideias boas e valiosas. Diversos fundos nacionais e internacionais atentos ao movimento do mercado brasileiro, prontos para investir e abocanhar parte do setor.

Para as pessoas interessadas em empreender neste setor é fundamental a preparação, pesquisar cursos, participar de congressos e eventos, conversar com profissionais e pesquisadores do setor, a “troca de figurinhas” em um mercado tão promissor e pulverizado é importantíssima, pois isso permitirá conhecer os problemas, atalhos, erros comuns e tudo mais que facilite a empreitada.

Imagem: cnythzl / iStock / Getty Images Plus