Tecnologia de cientistas holandeses produz calçada que despolui o ar

695 Visualizações
Calçada na Holanda
Pavimento da cidade de Hengelo, Holanda – Foto: Los Angeles Times

E se a solução para a purificação do ar estivesse debaixo dos nossos pés? Em Hengelo, na Holanda, pesquisadores da Universidade de Tecnologia de Eindhoben anunciaram no último mês de julho o desenvolvimento de um tipo de pavimento que consegue limpar o ar. O revestimento de blocos de concreto leva componentes que reagem com o gás carbônico (CO2) e óxido de nitrogênio (NOx), se tornando capaz de reduzir a poluição da atmosfera.

Nas experiências, os cientistas holandeses revestiram o pavimento de um quarteirão inteiro da cidade com blocos que levaram óxido de titânio na sua composição. Este elemento químico em contato com o óxido nitroso e o gás carbônico – emitido pelos veículos – tem o poder de reduzir em até 45% a incidência de gases poluentes no ar, em condições favoráveis de temperatura e aproximadamente 19% durante um único dia. Na superfície do bloco, o óxido de titânio atuou como um catalisador, diminuindo e neutralizando a ação das moléculas de gases poluentes.

Calçada na Holanda
Foto: apolo11

Os cientistas avaliam que este pavimento pode chegar ao mercado custando 50% a mais do que valor convencional. Ainda assim a descoberta é rentável para o país, que mesmo sendo detentor de um alto IDH (Índice de Desenvolvimento Humano), não se livra dos altos índices de poluição atmosférica causados por veículos e chega a fazer parte dos países mais poluentes da União Européia.

Embora o governo Holandês invista em bicicletas públicas como principal meio de transporte da cidade, para diminuir a circulação de carros, lá é comum a incidência de smog (poluição, em inglês), massa de ar poluída estagnada na atmosfera que danifica o ar.

Sobre inovação na área da construção civil, David Brown, chefe executivo do Instituto de Engenharia Química disse ao jornal Los Angeles Times que o potencial desta tecnologia fotocatalítica melhora ainda mais a qualidade de vida em áreas urbanas onde o tráfego de veículos é elevado.