Veja as principais intervenções ambientais da ONU no mundo nos últimos anos

5.956 views
A ONU realizou duas intervenções ambientais, a primeira em 1972 em Estocolmo e a segunda em 1992 no Rio de Janeiro.

Ao redor do mundo, a Organização das Nações Unidas (ONU) atua em diversos setores com o intuito de promover a paz entre as nações, além de garantir os direitos humanos e os direitos ambientais. Nesse último aspecto, as intervenções da ONU são muito importantes no modo como os países lidam com seus riscos e cuidados ambientais.

Historicamente, foram dois os momentos nos quais a ONU fez conferências completas com o objetivo de discutir essas questões em escala mundial. A primeira delas foi em Estocolmo, na Suécia, em 1972, e a segunda foi no Rio de Janeiro em 1992.

Principais intervenções ambientais da ONU no mundo

Conferência de Estocolmo – 1972

A Conferência de Estocolmo foi o primeiro momento no qual a maioria das nações reconheceram abertamente os efeitos nocivos da ação do homem no planeta, bem como o perigo que isso significa. O encontro foi marcado por confrontos entre os principais países desenvolvidos e os que ainda estão em desenvolvimento.

Os países já desenvolvidos propuseram uma série de regras de controle ambiental que visavam diminuir o impacto causado pelas indústrias. Os países em desenvolvimento, porém, argumentaram que não conseguiriam se adequar a essas normas enquanto ainda precisavam lidar com a miséria, a fome, diversas doenças e uma série de outros problemas com sua população.

Ainda assim, o final dos debates resultou em um Plano de Ação para que todos os países cooperassem na procura por soluções, e na Declaração sobre o Meio Ambiente Humano, que listou responsabilidades e comportamentos que todos deveriam seguir no que diz respeito a decisões ambientais. Também foi criada a divisão ONU Meio Ambiente.

Conferência do Rio de Janeiro – 1992

Mais tarde, em 1992, ocorreu a Conferência do Rio de Janeiro. A ideia era avaliar como os países vinham agindo nos últimos anos, e se estavam seguindo corretamente o que fora acordado 20 anos antes. Além disso, foram estabelecidas estratégias para ajudar os países subdesenvolvidos a ter tecnologias novas e não-poluentes, levando-os a crescer mesmo sob os critérios da Declaração.

É importante mencionar que essa última Conferência demonstrou a importância de agentes vindos de Organizações Não Governamentais. Ao final do evento, foram assinados mais alguns documentos, incluindo a Convenção sobre Mudança do Clima, a Convenção da Biodiversidade e a Declaração do Rio sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento.

Ações da ONU Meio Ambiente

Desde sua criação em Estocolmo, a ONU Meio Ambiente age constantemente para conscientizar a população e os governos dos perigos ambientais. Para 2018, por exemplo, eles listaram algumas das principais ameaças que os países devem prestar atenção. Entre elas está o risco que correm os recifes de corais no mundo todo, a proximidade da extinção de grandes felinos, a poluição por plástico e a relação do meio ambiente com a migração.

Imagem: RomoloTavani / iStock / Getty Images Plus