Mineradora conduz ações de incentivo à coleta seletiva

558 views
Morro do Ouro
Morro do Ouro. Foto: pedal

Atuante na área de comercialização de ouro, a Kinross Gold Corporation corresponde a 25% da produção do metal no País e realiza atividades de pesquisa e desenvolvimento mineral. Seguindo os requisitos da norma ISO 14001, que indica quais ações devem ser executadas para que um Sistema de Gestão Ambiental (SGA) seja efetivo, e pelo Código Internacional de Cianeto, a companhia implantou ações de sustentabilidade nas suas instalações.

Fundada por um grupo canadense em 1993, a corporação está presente em países como Estados Unidos, Rússia, Gana, Mauritânia, Canadá, Chile e Brasil. Com operações na mina Morro do Ouro, no município de Paracatu, noroeste de Minas Gerais, a empresa iniciou um projeto de expansão da capacidade de lavra de minérios em 2006. Por meio desta iniciativa foi triplicada a produção anual de ouro, chegando a render 17 toneladas, porém, foram tomadas medidas para prolongar a vida útil da mina em 30 anos, com expectativas para durar até 2042.

Entretanto, além de realizar investimentos direcionados para a sustentabilidade da fonte na qual o material dourado é extraído, valores que somaram US$ 1 bilhão entre 2010 e 2012, a Kinross Gold Corporation decidiu cuidar para que a biodiversidade, a qualidade de ar e os recursos hídricos permaneçam intactos após o término das atividades da mineradora no local.

Sob a coordenação de Juliana Araujo Machado Esper, gerente de Meio Ambiente, o programa chamado de “Tambores de Óleo Vazios Viram Lixeiras Ecológicas” visa promover o desenvolvimento sustentável, evitando que o meio ambiente seja afetado por resíduos industriais ao fornecer invólucros seguros para a acomodação de vários tipos de substâncias. Anteriormente, tais recipientes seriam descartados, contudo, através de sua reciclagem, foi possível utilizar os tambores metálicos como depósitos de detritos e material reciclável.

coleta seletiva
Foto: realbrasilconsultoria

Além de contribuir com a coleta seletiva, o projeto impulsiona o aprimoramento comunitário, possibilitando a geração de renda por meio do recolhimento dos produtos reutilizáveis e fazendo incentivos à propagação de educação ambiental nas escolas locais e bairros mais próximos. Pela atitude ecologicamente correta, a Kinross Gold Corporation recebeu o selo de sustentabilidade do Programa Benchmarking Brasil 2013, criado pelo Instituto Mais.

Empresa: Kinross Gold Corporation

Ação: Tambores de Óleo Vazios Viram Lixeiras Ecológicas

Responsável: Juliana Araujo Machado Esper