A infraestrutura verde e sua contribuição para uma cidade sustentável

1.717 Visualizações
Calçada
Foto: adventuresofcurlysue92

O aumento contínuo da população mundial e, consequentemente, do número de pessoas em grandes centros urbanos gera muitos impactos ambientais, econômicos e sociais. Para acompanhar a demanda e reduzir os problemas, as cidades vêm se adaptando para se tornarem cada vez mais ecológicas e, com isso, melhorar a qualidade de vida dos seus habitantes.

Para ter esse crescimento sustentável, as cidades devem contar com uma infraestrutura verde, melhor que a atual e mais eficiente. Para isso, é preciso observar alguns aspectos importantes para a população no âmbito social, econômico e ambiental.

Com planos que visam o gerenciamento de resíduos, utilização de energia limpa, diminuição das emissões de gases de efeito estufa e melhorias na mobilidade urbana, esses centros urbanos tendem a se tornar cidades sustentáveis.

Isso porque cada uma das estratégias citadas acima abre um enorme leque de ações que podem e devem ser implementadas para colaborar com a melhoria do planeta. A preferência por construções sustentáveis – que utilizam sistemas inteligentes que permitem menor utilização de água e luz – e implantação de ciclovias e ciclofaixas para otimizar e melhorar a questão da mobilidade, são alguns dos exemplos.

A criação e transformação de uma cidade, no entanto, depende de uma ação conjunta. Além do governo e de seus projetos, os habitantes devem colaborar e se sentir parte do processo de mudança. Afinal, são cidadãos e tem direito e deveres sobre a cidade.

É neste sentido que a maioria das grandes cidades sustentáveis trabalha. Em Curitiba, cidade modelo no Brasil, a prefeitura trabalhou com programas que pretendiam criar uma consciência ecológica. Entre as ações, destaque para o “Arranjos Educativos Locais”, espaços socioeducativos em que a gestão do lixo, técnicas de horta caseira e economia de água estão em pauta para ajudar a manter a organização ambiental da cidade.

Faixa para ciclistas
Foto: cbnsp

Além disso, por meio de faixas exclusivas inteligentes, os ônibus da região passaram a circular com mais rapidez, o que tornou o transporte público mais eficiente e contribuiu para a diminuição da poluição do ar.

A iniciativa foi base do projeto da Prefeitura de São Paulo que, para melhorar a qualidade de vida da população, incentivar os habitantes a utilizar transporte público e otimizar o processo, vem implementando faixas exclusivas em grandes avenidas.