Confira alguns exemplos de sustentabilidade e responsabilidade corporativa

1.169 views
Massachusetts Technology Institute (MIT)
Massachusetts Technology Institute (MIT).
Foto: mit

Com as constantes degradações ambientais e o aumento dos problemas sociais, a sustentabilidade se tornou pauta principal de discussões em todo o mundo. Inclusive, no mercado corporativo, que hoje trata o tema como prioritário em sua agenda.

Movidos pela exigência de seus consumidores, os gigantes do mercado começaram a perceber que seus clientes davam preferência às marcas e empresas que utilizavam de políticas e ações sustentáveis, mesmo que tivessem que pagar mais por produtos ambientalmente corretos.

Além disso, de acordo com uma pesquisa realizada pelo Massachusetts Technology Institute (MIT) e pelo Boston Consulting Group (BCG), com 2.300 executivos de grandes corporações, as empresas enxergaram uma oportunidade de melhoria nos negócios. Dessa forma, adotam políticas sustentáveis como estratégia de negócio, como forma de reduzir custos e aumentar lucros.

Com a questão ambiental cada vez mais presente, as empresas passaram a desenvolver sistemas de gestão de seus processos e implantar ações e projetos que visam minimizar seus impactos ambientais e sociais no meio e nas comunidades em que atuam.

Entre as ações que visam a sustentabilidade e a responsabilidade corporativa estão os processos para o negócio e comunidade, como elaboração do Balanço Social e relatórios anuais e de sustentabilidade, que visam a transparência das operações; gestão de resíduos gerados nas atividades internas; campanhas de consumo consciente; trabalho voluntário; e treinamentos sobre sustentabilidade e qualidade de vida.

Brasil em destaque

A presença de grandes empresas nacionais e multinacionais no mercado brasileiro que se preocupam com a sustentabilidade corporativa levou o país a uma posição de destaque entre os demais. Hoje, o Brasil está entre os primeiros colocados no ranking mundial de consumo sustentável, com bons índices no uso de materiais renováveis em suas construções e no emprego extensivo de biocombustíveis.

Natura Ekos
Foto: mktbypaty

Estima-se que as empresas brasileiras gastam, em média, R$ 6,1 milhões com consultoria de sustentabilidade. Os setores com maiores despesas em iniciativas de sustentabilidade são mineração, papel e celulose; petróleo e gás; alimentação e bebidas; bem como a distribuição de energia e água.

Natura, Petrobras, Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal e Vale são responsáveis por grandes ações de sustentabilidade e possuem reconhecimento internacional, por meio de certificações específicas.