Por lei, escolas municipais de Campo Grande passarão a criar hortas

373 Visualizações
CGNotícias (Agência Municipal de Notícias de Campo Grande) Município buscará parcerias para viabilizar o projeto.

Foi sancionada pelo prefeito de Campo Grande a Lei 5.769, que estabelece o “Programa Horta Escolares” nas escolas municipais de ensino da cidade, com o intuito de complementar as merendas oferecidas aos alunos. A lei foi publicada no Diário Oficial de Campo Grande em meados de dezembro e tem um prazo de até 60 dias para ser regulamentada.

As hortas, supervisionadas pela diretoria e pelos professores das escolas da Rede Municipal de Ensino (Reme), contarão também com a participação efetiva dos alunos no cultivo da plantação de frutas, legumes e verduras. Dessa forma, eles passarão a auxiliar e conhecer os benefícios de uma alimentação saudável e balanceada. As entidades educacionais poderão receber doações dos produtos produzidos, e o município tem plenos de efetuar convênios com entidades para a execução do projeto.

© Depositphotos.com / velkol Outras entidades escolares receberão os alimentos produzidos.

Algumas ações deverão ser implementadas dentro do ambiente escolar para o desenvolvimento das Hortas Escolares, que incluirão:

– Estabelecimento de estratégias, sensibilização e capacitação dos profissionais envolvidos para a produção dos alimentos saudáveis;
– Elaboração de estratégias de informações às famílias;
– Conhecimento, fomento e criação de condições adequadas para a produção dos alimentos;
– Aumento da oferta e promoção do consumo de frutas, legumes e verduras;
– Incentivo e ajuda aos serviços de alimentação da escola para divulgação das opções de alimentos saudáveis e desenvolvimento de estratégias que auxiliam na escolha dos alunos;
– Divulgação para outras escolas e intercâmbios de informação e vivências com outras comunidades do município.

Para o cultivo adequado da horta, as escolas terão que passar por modificações, como o melhoramento dos locais onde são feitas as refeições dos alunos. O projeto tem o intuito de aliar educação nutricional e a divulgação de hábitos alimentares mais saudáveis, levando em conta o acompanhamento da saúde nutricional do aluno e a administração e o cuidado dos distúrbios envolvendo a nutrição.