Fabricante de hidrelétricas incentiva a aquicultura sustentável

310 views
Rio Sapucaí Mirim
Rio Sapucaí Mirim. Foto: arquivososriosdobrasil

Premiada com o selo de sustentabilidade do Programa Benchmarking Brasil, criado pelo Instituto Mais, em 2013, a companhia DEB, que produz Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCH), tem atuado no desenvolvimento socioeconômico da região da bacia do rio Sapucaí Mirim, que abriga 48 municípios mineiros e três cidades paulistas, incentivando a aquicultura (criação de peixes) sustentável. Além disso, a organização investe na conservação da ictiofauna (população de peixes) do local.

Iniciado em 2011, o projeto “Conservação Genética e Reposição de Estoques de Peixes Nativos”, sob a liderança de Norberto Castro Vianna, coordenador de Meio Ambiente do empreendimento, já recebeu mais de 1,5 milhão de reais e conta com cinco etapas de trabalho, incluindo montagem de um banco de matrizes, caracterização genética, reprodução e repasse tecnológico.

Posteriormente, houve a captura, estocagem e identificação dos animais, que receberam através de implantes microchips, para evitar o cruzamento de espécimes com algum parentesco. A partir daí, foram iniciados os procedimentos de reprodução assistida, soltura dos peixes em pontos estratégicos, para propiciar fontes de alimentos e proteção contra predadores, e, consequentemente, repovoar anualmente o rio Sapucaí Mirim, que corta cidades do estado de Minas e São Paulo.

Empresa: DEB – Pequenas Centrais Hidrelétricas

Ação: Conservação Genética e Reposição de Estoques de Peixes Nativos

Responsável: Norberto Castro Vianna