Empresa sueca desenvolve bicicleta a partir de cápsulas de café

105 Visualizações

O alumínio, um dos recursos mais valiosos do mundo, é a principal matéria-prima utilizada para a produção das bicicletas

 

Após dois anos de pesquisa, a fabricante de bicicletas sueca Vélosophy, em parceria com a Nespresso, desenvolveu uma bicicleta utilizando 300 cápsulas de café recicladas. O modelo é vendido por 1.290 euros, ou seja, cerca de R$ 5.700, no site da empresa. A ação, além de ecologicamente correta, também tem o seu viés social: para cada bicicleta vendida, outra igual é doada para uma menina estudante da África, através de um programa do World Bicycle Relief.

Transporte sustentável

Batizada de RE: CYCLE, a bicicleta é uma iniciativa do empresário do ramo de bicicletas, Jimmy Östholm. Ao tomar conhecimento das ações de reciclagem da fabricante de cafés, Östholm teve a ideia de desenvolver uma bicicleta com o alumínio das cápsulas. Com isso, eles criaram não só um meio de locomoção, mas um ícone do design e da economia circular. Até a cor, roxa, remete ao sabor Arpeggio da Nespresso.

Vale ressaltar que o alumínio é um dos recursos mais valiosos do mundo, porque pode ser reutilizado infinitamente, mas nem sempre isso acontece. Uma pesquisa recente, encomendada pela empresa de café britânica Halo, revelou que cerca de 59 bilhões de cápsulas de café foram produzidas em todo o mundo em 2018. Desse total, estima-se que mais de 95%, ou seja, 56 bilhões acabarão nos aterros sanitários.

Com esta iniciativa, espera-se que outras empresas possam se inspirar para encontrar novas soluções para as cápsulas de café, sejam elas de plástico ou alumínio, visando dar um destino mais nobre a estes materiais, que não sejam os aterros ou lixões.