Empresa transforma resíduos em corantes para roupas

151 Visualizações

Startup de Hong Kong usa resíduos de cozinha para fazer corantes que podem se decompor facilmente sem causar danos ao planeta

A startup Dyelicious de Hong Kong está transformando resíduos de alimentos em corantes para roupas. Eles utilizam restos de comida para fazer as tintas que se decompõem naturalmente sem gerar poluição, ao contrário do processo comum de tingimento que, geralmente, deixam resíduos nos rios e oceanos. De acordo com o Departamento de Meio Ambiente de Hong Kong, a cidade desperdiça diariamente 3.600 toneladas de alimentos.

A empresa diz que suas oficinas utilizam uma série de processos que incluem a extração e a preparação dos líquidos e corantes. E para melhorar a qualidade do produto, eles utilizam mordentes naturais aos corantes, tais como o tanino (uma substância extraída da casca de algumas plantas) e o alúmen (mais conhecido como pedra-ume). Desta forma, é possível obter cores mais nítidas e diferentes tonalidades.

A Dyelicious trabalha em parceria com marcas ​​que buscam reduzir as suas pegadas de carbono, tais como a Zara, Adidas, Towngas, Starbucks e Calbee. Com este trabalho, eles conseguiram reciclar quase 600 toneladas de resíduos entre 2016 e 2017.

A empresa também trabalha com escolas, visando substituir as tintas químicas por produtos não tóxicos e organiza oficinas para famílias em varejistas de Hong Kong.

Crédito: Facebook/Dyelicious