Reciclagem de óleo de cozinha faz bem para o bolso e ao ambiente

6.120 Visualizações
Óleo de Cozinha
Foto por: : Tétine :

Que o óleo de cozinha despejado na pia faz mal não só para o ambiente, como para o encanamento residencial, todo mundo sabe. Difícil é conscientizar a população a dar um melhor destino para esse resíduo.

O óleo mal descartado pode acarretar em entupimentos e desgaste do encanamento (tanto residencial, quanto municipal). O resultado pesa no bolso – isso sem falar na dor de cabeça que é a manutenção do encanamento mal cuidado. Além disso, quando despejado na natureza, a substância, por não se misturar com a água, fica espalhado na superfície dos rios, contaminando e prejudicando a vida nesses ambientes.

Soluções para a reciclagem do óleo de cozinha

O que não faltam são opções para a reciclagem desse tipo de óleo: desde sabão caseiro, até combustível para motores, há diversas formas de reaproveitar o óleo de cozinha.

Em 2007, a Universidade de São Paulo foi premiada por uma pesquisa sobre a transformação do óleo usado nas cozinhas em bicombustível. O processo é simples: após a retirada de todos os resíduos da fritura, e da desidratação do óleo, o material é misturado ao álcool e um catalisador. Após a mistura, ocorre o milagre: o que era lixo prejudicial ao ambiente, tornou-se um biodiesel, capaz de ser usado em motores específicos.

O Brasil abrigará, no Distrito Federal, a primeira usina de biodiesel com base em óleo reciclado. Além de dar um destino ao material pouco explorado, ela gerará cerca de 250 empregos diretos e 10 mil indiretos. O terreno para a usina foi cedido pelo governo do Estado para o empreendimento da Ecobrás – empresa brasiliense Eco Brasília Diesel.

Contudo não são necessários grandes laboratórios ou complexas pesquisas acadêmicas para fazer a reciclagem do óleo de cozinha. Em casa mesmo, o material pode ser transformado em sabão, ajudando até na economia domiciliar.

Receita de Sabão Caseiro com Óleo Reciclado

Sabão de Óleo de CozinhaIngredientes:

● 2 litros de óleo de cozinha usado;

● 350 g de soda cáustica em escama (1 kg pode ser encontrado facilmente por menos de R$10,00);

● 350 ml de água.

Preparo:

Com uso de luvas e óculos de proteção, a soda cáustica deve ser dissolvida na água em um recipiente resistente, como uma lata de tinta grande.

O óleo coado, separadamente, deve ser aquecido a aproximadamente 60ºC no fogo. Após alcançar a temperatura ideal, o fogo deve ser desligado e então adicionado a soda (dissolvida em água). Mexa cerca de 30 minutos, até engrossar.

O conteúdo deve ser despejado em formas até secar e ficar em repouso durante alguns dias.

Como descartar corretamente o óleo

Caso não haja interesse na produção do sabão, há uma solução mais simples: coloque o óleo usado em uma garrafa pet e encaminhe para um ponto de coleta. Informe-se sobre qual o ponto mais próximo. Não dá muito trabalho e ajuda (e muito) o ambiente. Caso sua cidade ainda não tenha um programa relacionado ao tema, vale à pena cobrar a prefeitura.