Empresa francesa faz plástico biodegradável utilizando leite

165 views

Os pellets são idênticos ao plástico e podem ser usados ​​para embalagens de produtos, inclusive os alimentícios

A empresa francesa Lactips descobriu uma maneira de transformar a caseína, uma proteína derivada do leite, em plástico. Os pellets são 100% biodegradáveis e solúveis em água – e não causam nenhum prejuízo ao serem descartados no meio ambiente.

Uma das curiosidades desta invenção é que o plástico desenvolvido pela Lactips é comestível, uma vez que a sua base é a proteína do leite. De acordo com a empresa, esta tecnologia possibilita desenvolver produtos que não gerem resíduos e que sejam seguros para o consumo humano ou animal.

Os pellets são convertidos em embalagens que podem ser usadas em diversas aplicações da indústria, sendo indicadas para produtos como sabão e detergentes, fungicidas, herbicidas e biopesticidas, alimentos, cosméticos, produtos farmacêuticos etc.

Segundo a empresa, mesmo sendo comestíveis e solúveis em água, as embalagens desenvolvidas com este material possuem uma base biológica com excelentes propriedades de barreira, ou seja, protegem o conteúdo interno de fatores externos (principalmente o oxigênio), que possam contribuir para a degradação e comprometer a qualidade do produto.

A Lactips não divulga o seu processo de transformação da proteína do leite em plástico, mas garante que os pellets podem servir como matéria-prima para criar filmes ou qualquer tipo de plástico. A matéria-prima utilizada pela Lactips, no caso a caseína, é proveniente de fabricantes de leite em pó sediados na Europa Oriental.

A empresa assinou recentemente um acordo de distribuição com o Grupo IMCD, para comercializar os pellets na França e nos países nórdicos, mas existem planos de expansão para outros países.