Um cafezal em meio a paisagem urbana

177 Visualizações

Que São Paulo é uma metrópole diversa todo mundo sabe, mas o que poucos imaginam é que no coração da cidade encontra-se o maior cafezal urbano do País, com cerca de 2 mil pés de café orgânico em plena produção.

 

A cinco quilômetros da Avenida Paulista, em meio a imponentes prédios e residências, encontra-se o maior cafezal urbano do Brasil. A enorme área verde possui 10 mil metros quadrados e conta com cerca de 2 mil pés de café do tipo arábica, das variedades Mundo Novo e Catuaí. O cafezal foi formado na década de 1950, com o objetivo de ser um local de pesquisa para os profissionais do Instituto Biológico desenvolverem técnicas para o controle de pragas.

A área é mantida pelo Instituto Biológico de São Paulo, órgão vinculado à Secretaria de Agricultura do Estado e, todos os anos, entre os meses de maio e junho, promove um evento, o Sabor da Colheita, quando visitantes podem participar da colheita dos grãos e ainda conhecer sobre as técnicas de produção.

No local são colhidos anualmente cerca de 1 tonelada de grãos orgânicos, que rende uma média de 500 kg de pó de café. Todo esse produto tem como destino o Fundo de Solidariedade do Estado de São Paulo. Como no local não são utilizados agrotóxicos e fertilizantes químicos, o café que sai de lá é bem mais saudável.

Para os apaixonados por café, o cafezal urbano é, sem dúvida, bastante convidativo. Mas antes de chegar é preciso agendar a visita pelo telefone 5087-1704. O cafezal urbano fica na Av. Conselheiro Rodrigues Alves, 1252 na Vila Mariana.

 

6 curiosidades sobre o café:

  1. O café surgiu na Etiópia, por volta de 800 d.C. Uma lenda etíope conta que um pastor de cabras percebeu que o seu rebanho ficava muito agitado após comer o fruto de uma árvore. Ele relatou o fato ao monge local, que resolveu preparar uma bebida com aqueles frutos e descobriu que isso o mantinha acordado durante as longas horas de oração durante a noite. O monge compartilhou a sua descoberta com os outros companheiros do mosteiro e a fama do café começou a se espalhar.
  2. O café chegou no Brasil em Belém no ano de 1727, trazido da Guiana Francesa pelo Sargento-Mor Francisco de Mello Palheta.
  3. Devido às condições favoráveis para a cultura o café se espalhou rapidamente pelo País, passando pelo Maranhão, Rio de Janeiro, Bahia, Minas Gerais, Paraná até chegar em São Paulo, pelo Vale do Paraíba.
  4. Em 1924 uma praga assolou os cafezais paulistas, atingindo mais de 1300 fazendas. Foi então que surgiu a necessidade de criar um órgão responsável por zelar pelo café que, na época, era uma das maiores riquezas do estado. Foi então que anos depois, em 1927, foi criado o Instituto Biológico, com o objetivo de encontrar soluções para problemas sanitários da agropecuária paulista.
  5. Atualmente as principais regiões produtoras de café do Brasil são o Sul de Minas Gerais, Cerrado de Minas, Matas de Minas, Mogiana Paulista, Conilon Capixaba, Montanhas do Espírito Santo, Planalto da Bahia, Norte Pioneiro do Paraná e Rondônia.
  6. Atualmente o Brasil produz cerca de um terço do café que é consumido no mundo, de acordo com a Organização Internacional do Café.