Nuvem de gafanhotos destrói plantações na Rússia

521 Visualizações
© Depositphotos.com / Niv Singer Esta é a pior infestação de insetos dos últimos 30 anos.

Enxames de gafanhotos estão causando prejuízos a agricultores no sul da Rússia. Os insetos estão devorando muitas lavouras e as autoridades locais afirmam que já foram destruídos pelo menos 10% das culturas, decretando estado de emergência na região.

Afetando uma área de pelo menos 800 hectares – o que, segundo a imprensa brasileira, equivale a sete estádios do Maracanã – , os gafanhotos se alimentam com o que estiver no caminho, chegando a 3 mil toneladas de vegetação por dia. A quantidade também impressiona, pois um único enxame pode ter bilhões de animais, cada um medindo cerca de oito centímetros de comprimento.

A televisão estatal russa informa que a praga está relacionada com as alterações climáticas, já que as temperaturas registradas ultimamente estão superiores à média histórica.

Para tentar evitar maiores danos, funcionários do Ministério da Agricultura da Rússia declararam estado de emergência e estão intensificando os voos de pulverização de pesticidas nas colheitas. Entretanto, com as altas temperaturas do verão, a eficácia dos produtos utilizados diminui.

Sem solução para acabar de vez com esta “invasão”, somado ao frenesi alimentar dos insetos e a rápida movimentação dos enxames, os meios de subsistência dos agricultores locais ameaçam ser totalmente destruídos.

Segundo Tatiana Drishcheva, do Centro Agrícola da Rússia, uma organização do governo, em regiões ao sul do país, entre elas Kalmykia, Astrakhan, Volgograd e Daguestão, já existe comida sendo deixada para os gafanhotos, a fim de que eles mudem para outras fontes de alimentos.

Esta é a pior infestação destes insetos que a parte sul da Rússia sofreu nos últimos 30 anos, de acordo com as autoridades.

Assista ao vídeo transmitido pela rede CNN:

https://www.youtube.com/watch?v=xWqd3mZTeGc