Descubra o que é gêiser e conheça alguns dos mais famosos do mundo

2.868 Visualizações
© Depositphotos.com / demerzel21 The Great Geysir, Islândia.

Gêiser é uma palavra de origem islandesa e significa “fonte jorrante”. Ela designa um buraco em regiões de vulcões ativos que libera fortes jatos de água quente e vapor de dentro da terra.

Os gêiseres precisam do magma incandescente das áreas vulcânicas para existirem. O calor do material liberado pelo vulcão aquece a água da chuva ou da neve derretida que entra no subsolo. O líquido adquire pressão e é expelido do buraco em forma de uma coluna de água que chega a centenas de metros de altura.

A ocorrência de gêiseres é rara, contendo menos de mil no mundo todo. A maior parte deles se encontra nos Estados Unidos e em Yellostone encontram-se cerca de 400 gêiseres.

Gêiseres pelo mundo

Um dos mais tradicionais gêiseres da Islândia é o “Grande Geysir” (The Great Geysir). Ele fica no vale Haukadalur, onde existe uma intensa atividade de gêiseres. Suas atividades são registradas desde o século XIII e seus jatos já chegaram a 122 metros. Nos últimos 100 anos terremotos e erupções vulcânicas diminuíram sua atividade.

No vale Haukadalur, a 50 metros do Great Geysir, esta o gêiser Strokkur. Suas primeiras atividades foram descritas no século XVIII, quando um terremoto abriu uma fenda que teria dado origem ao gêiser. Os jatos do Strokkul chegam a 50 metros e são diários. Seu nome significa “grande agitação”.

Nos Estados Unidos, o gêiser Old Faithful, ou o “Velho Fiel”, está localizado na maior área de gêiseres do mundo, Yellowstone. Old Faithfull libera jatos de água a mais de 50 metros de altura.

Também localizado no Parque Yellowstone, encontra-se o gêiser Castle. Ele recebe esse nome devido ao seu formato, que lembra um castelo. As precipitações rochosas das bordas do buraco deram origem ao seu formato. Seus jatos já chegaram a 30 metros de altura e eram expelidos de 30 em 30 minutos, mas um terremoto no Alasca diminuiu sua atividade.

© Depositphotos.com / muha04 Gêiser Pohutu, Nova Zelândia.

O gêiser Waimangu, na Nova Zelândia, já apresentou jatos de mais de 400 metros de altura. Por isso, foi considerado o mais poderoso do mundo. O nome Waimangu quer dizer “água negra”. Recebeu esse nome por expelir água misturada a lama. Foi extinto em 1904, quando uma obra mudou a direção do fluxo da água. Hoje, restam apenas algumas piscinas termais no local.

Na Rússia, o vale dos Gêiseres, localizado no lado oriental do país, em Kamchatka, é um dos maiores do mundo, com cerca de 90 buracos ativos, e é considerado um Patrimônio Natural Mundial.

O vulcano Dallol, na Etiópia, apresenta os únicos gêiseres do mundo que expelem sais minerais junto com a água.