Consequências das mudanças climáticas: A alteração da migração dos animais

2.108 Visualizações
Migração dos elefantes
Migração dos elefantes. Foto: vidaeestilo

As mudanças climáticas são alterações das condições do clima de diversas regiões que são afetadas, principalmente, pela ação do homem e sua indústria desde o começo da Revolução Industrial. Dentre as principais características estão o aquecimento global ou aumento de temperatura em diversas áreas do globo e desequilíbrio de chuvas, que acaba causando escassez de água em épocas do ano que não eram habituais, além de enchentes decorrentes de chuvas fortes.

Essas mudanças geram uma alteração não apenas climática, e sim em todo o ecossistema. É capaz de alterar o cenário provocando desertificação e até extinção de espécies de plantas. Todas essas consequências acabam modificando o hábito dos animais, que passam a sofrer também com o clima, ora muito quente, ora frio e chuvoso. Sofrem também com a escassez de alimentos provenientes de plantas e árvores.

Assim sendo, são obrigados a “caminhar” mais à procura de alimentos e condições melhores de sobrevivência. Os animais carnívoros também são afetados com a migração de suas presas e, consequentemente, acabam migrando. Portanto existem dois problemas. O primeiro é dos animais que não migram, que acabam se enfraquecendo e se expondo mais aos seus predadores, podendo ser mortos e terem sua espécie reduzida significantemente, beirando a extinção. Em segundo, quando migram, sofrem os perigos de não adaptação, encontrando outros predadores e colocando a população em risco.

Além disso, os animais podem migrar para áreas urbanas ou áreas onde a caça é permitida, provocando novamente algumas baixas em seu grupo. Atualmente, a África sofre bastante com a migração de animais devido à seca, além de áreas próximas a centros urbanos que sempre acabam modificando o ambiente e provocando a migração dos animais. Aves e animais marinhos também alteram seus hábitos por mudanças climáticas e falta de alimentos.

Migração dos pássaros
Migração dos pássaros. Foto: superfluous

Um estudo feito em 2012 e publicado na revista Global Change Biology, descobriu que mudanças na taxa de chuva têm uma influência maior que a prevista para conduzir a migração de pássaros para fora de seu território original. Outra pesquisa, publicada na revista Proceedings of the Royal Society B, descobriu que o clima é capaz de causar uma grande queda na população de esquilos, embora eles sejam capazes de encontrar refúgio em alguns locais.

Além disso, o estudo publicado na revista PNAS, também em 2012, indica que pelo menos 9% dos mamíferos do continente americano não conseguirão migrar a tempo para novos habitats, para escapar dos efeitos trazidos pelas mudanças climáticas.