Conheça os danos causados pelo Bisfenol-A presente em materiais plásticos

2.123 views
Plástico
Foto: personal

O Bisfenol-A (BPA) é um composto utilizado para a fabricação de policarbonato, um tipo de plástico rígido e transparente utilizado em vários tipos de utensílios. Ele normalmente é encontrado em mamadeiras de plástico, embalagens plásticas para alimentos, copos infantis, materiais médicos e dentários, garrafas de água reutilizáveis, além de revestimento interno nos enlatados. Embora este tipo de produto pareça inofensivo, o BPA é nocivo à saúde humana.

Estudos comprovam que o Bisfenol-A desequilibra o sistema endócrino, modificando a maneira como os hormônios se comportam no corpo. A ingestão contínua do composto pode causar obesidade, problemas cardíacos, diabetes, câncer de próstata e mama, puberdade precoce ou tardia, abortos, além de problemas cerebrais e no desenvolvimento hormonal em crianças e recém-nascidos. Ele também foi associado a problemas sexuais em homens, como a diminuição da qualidade e quantidade de esperma.

Normalmente a contaminação se dá oralmente. O BPA presente em utensílios domésticos, tais como a mamadeira, se desprende do recipiente plástico e contamina o alimento. Deste modo, o grupo com maior risco de contaminação são os bebês recém-nascidos e as gestantes. Já é comprovado que o Bisfenol se concentra cinco vezes mais no líquido amniótico da mulher grávida, o que pode levar à má formação do feto e prejudicar a saúde da mãe.

No Brasil, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) ainda permite a utilização de 0,6 miligrama de BPA por quilo de material plástico, deste modo é difícil evitarmos a total exposição à este componente. Entretanto existem algumas medidas que podemos tomar para diminuirmos o contato:

• Evite comprar produtos enlatados que estejam amassados ou com algum tipo de problema, o que normalmente ajuda na liberação do Bisfenol;

• Descarte utensílios de plástico que estejam lascados e evite esfregá-los excessivamente durante sua higienização;

• Dê preferência a produtos de vidro e porcelana, principalmente mamadeiras;

Embalagens plásticas
Foto: msn

• Não coloque embalagens de plástico no micro-ondas;

• Não coloque alimentos quentes em materiais plásticos;

• Perto do símbolo de reciclagem do produto (normalmente se encontra no fundo da embalagem) há uma numeração. Evite os que sejam classificados como 3 ou 7, estes podem apresentar a maior quantidade de Bisfenol;

• Compre produtos certificados pelo Inmetro.